Câmara se prepara para liberar venda de arma de fogo para brasileiros. Esse caso acabou sendo registrado na sexta-feira (2). O deputado Rogério Peninha Mendonça, do Partido [VIDEO] do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), está movendo uma ação para tentar liberar a venda de armas de fogo para toda a população brasileira.

A ideia principal é flexibilizar uma série de itens para facilitar a posse de armas de fogo, que vão desde diversos fatores, como a diminuição de idade mínima para a aquisição de uma arma. Para possuir o armamento, as pessoas que desejarem adquirir o armamento, terá que passa por alguns testes psicológicos, para que se prove que o cidadão está apto para adquirir uma arma de fogo.

Esses testes seriam avaliados pela Polícia Federal.

Esse é um dos assuntos bastantes polêmicos de ser debatidos. Boa parte dos brasileiros apoiam a liberação das armas, mas também existem algumas pessoas que são contra. Esse caso divide muitas opiniões entre os brasileiros.

Para que esse projeto de lei seja aprovado, diversas votações na Câmara dos Deputados serão realizadas.

Países que aderiram à liberação das armas

Atualmente, pouco mais de 10 países aderiram à liberação das armas de fogo. Entre eles, os Estados Unidos e o Canadá. Tanto os Estados Unidos, quanto o Canadá, o porte de armas são liberados em apenas alguns estados. Diferentemente do Brasil, cada estado tem uma legislação diferente. Enquanto nos Estados Unidos a cultura da arma vigora desde os tempos de Velho Oeste, no Canadá o porte de arma é liberado para prática esportiva ou para antigos portadores à lei Canadian FireArms, de 1995, que impede o popular de portar arma de fogo pela rua.

O porte de armas iria diminuir a violência no Brasil?

Nos últimos anos, o Brasil está no ranking dos países mais violentos. Algumas pessoas associam isso a falta de armamento para a população. Alguns especialistas em segurança pública afirmam que, caso as armas fossem liberadas no país, o índice de criminalidade iria aumentar ainda mais. Muitos alegam que o brasileiro não está preparado para adquirir uma arma.

Por outro lado, boa parte dos brasileiros pedem a liberação das armas. Até o ano de 2003, todos os brasileiros poderiam adquirir o armamento, mas o presidente Lula Inácio da Silva, derrubou essa lei. Diante disso, muitas pessoas que possuíam armas em casa, foram obrigadas a devolver o armamento. Com isso, a violência vem crescendo de uma forma bastante assustadora no país.

Em 2017, o parlamentar Jair Messias Bolsonaro, do Partido Social Liberal (PSL) aparece em vídeo segurando uma arma de longo alcance dizendo que irá liberar o armamento para toda a população, caso ganhe as eleições.