Michel Temer [VIDEO]e Henrique Meirelles [VIDEO] disputam palmo a palmo a preferência da base aliada para definir quem será o cabeça de chapa e representante do governo no pleito presidencial de outubro. O ministro já deixou clara sua pretensão de ser candidato à Presidência da República. Enquanto o emedebista ainda não afirmou publicamente, mas já estuda a possibilidade. Em entrevista à Rádio Bandeirantes na última semana, Meirelles não descartou uma possível chapa com Temer.

Segundo o ministro da Fazenda, seu futuro político deve ser definido até o dia sete de abril, último dia da 'janela de transferência' partidária.

Meirelles afirmou que Temer tem o direito como "cidadão" e "presidente" a se candidatar. E completou dizendo que ele tem toda "condição para isso". Ao ser questionado sobre a possibilidade de compor uma chapa com o emedebista, Meirelles foi evasivo e disse que era melhor aguardar.

No fim da entrevista, ao ser questionado se existia a possibilidade de compor uma chapa com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, Meirelles afirmou que não conversou com o tucano sobre essa possibilidade, mas que descarta, já que não planeja uma "hipótese de ser vice".