O deputado federal Jair Messias Bolsonaro [VIDEO], do Partido Social Cristão (PSL), participou de uma entrevista, onde comentou algumas ideias.

Na entrevista concedida ao jornal ''O Estado de São Paulo'', o parlamentar chegou a falar de diversos assuntos polêmicos, entre eles, a pena de morte [VIDEO]e a prisão perpétua. Ele também chegou a falar que os direitos humanos no Brasil só servem para defender apenas os criminosos ao invés de defender o cidadão de bem.

Essa entrevista está dando o que falar, pelo fato de algumas pessoas não apoiarem ideias do parlamentar, dizendo que ele é muito radical em alguns aspectos. Por outro lado, boa parte da população brasileira concorda com as ideias do politico, dizendo que o país precisa dar uma reviravolta.

Eleições

O parlamentar já declarou que vai ser candidato à presidência do Brasil, pelo seu partido atual (PSL). Atualmente, o parlamentar é um dos mais votados em pesquisas na internet, para assumir o comando do país. Além de Bolsonaro, outro nomes estão sendo cogitados para concorrer as eleições, como a ambientalista Marina Silva, Ciro Gomes, Álvaro Dias e Geraldo Alckmin.

As eleições deverão ocorrer na metade do ano de 2018, com votos para governador e presidente. Nesse período, muitos candidatos estão indo em alguns programas de televisões e relatando o que irão fazer, caso ganharem as eleições. Bolsonaro disse que irá investigar na área da segurança pública, em especial, o estado do Rio de Janeiro, que está sofrendo bastante com a violência. Além disso, o parlamentar garantiu a liberação de vendas das armas de fogo no país.

Ele afirma que se a população brasileira estiver armada, a criminalidade no país vai diminuir de forma gradativa. Atualmente, cerca de 60 assassinatos são registrados todos os anos.

Sem envolvimento com corrupção

Diferente dos demais deputados, Jair Bolsonaro ainda não esteve envolvido com nenhuma corrupção. Isso acaba dando ao parlamentar muitos votos, pelo fato das pessoas confiarem no seu verdadeiro trabalho e confiarem nele para assumir a presidência. Diante disso, a popularidade do político cresce cada vez mais.

Em uma rede social no Facebook, Bolsonaro possuí mais de 10 milhões de seguidores, que apoiam a sua ideologia. Através dessa plataforma, ele posta conteúdos diários das coisas que ele vem fazendo no Brasil. Ele também relata as coisas que pretende fazer, caso ganhe as eleições.