O parlamentar Fernando Francischini, líder do PSL no estado do Paraná, partido ao qual bolsonaro sairá como candidato à Presidência da República, fez um desabafo sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação ao habeas corpus pretendido pelo ex-presidente Lula.

No vídeo, o deputado ainda fala sobre questões relacionadas ao que ele pensa que tem que ser feito de agora em diante pela população que não concorda com a decisão do STF.

Segundo Francischini, o povo deve ir às ruas

Fernando Franscischini diz que o povo deve ficar vigilante ao que pode acontecer daqui para o dia 4 de abril, data em que o HC de Lula pode ser concedido.

A votação acontece em um momento extremamente conturbado no Brasil. O Supremo Tribunal Federal está contrariando todas as instituições as quais Lula fora condenado. Tanto pelo juiz Sérgio Moro, passando pelo TRF-4 do Rio Grande do Sul e mesmo o Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Segundo o líder do PSL, deve haver uma mobilização nacional forte nas ruas para que não tenhamos um golpe à vista. Ele ainda afirma que essa mobilização deve ocorrer o quanto antes, pois quanto mais tempo demorar, mais manobras jurídicas poderiam surgir por trás dos bastidores políticos.

Jair Bolsonaro e Lula em Curitiba

O deputado federal Fernando Francischini confirmou que tanto Jair Bolsonaro quanto Lula estarão na cidade de Curitiba no dia 28 de março, por coincidência.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Lula

O parlamentar ainda pede apoio à população para que o aeroporto Afonso Pena fique lotado de pessoas às 11h30 na quarta-feira para pedir que o ex-presidente Lula seja preso.

No mesmo vídeo, Alexandre Frota faz comentários com relação à decisão imposta pelo Supremo Tribunal Federal. Ele faz duras críticas ao acolhimento do julgamento do Habeas Corpus que será definitivamente julgado pelos ministros.

E Frota continua: "Esse STF comprado, esse STF vendido, que tem aquele Gilmar Mendes que parece vender Habeas Corpus à R$1,99", em relação à quantidade de HC proferidos pelo ministro Gilmar.

Em outra fala, Alexandre Frota diz: "O país está assistindo, mais uma vez, esse STF que foi colocado lá dentro, por Sarney, por Lula, por Dilma, por Fernando Collor de Melo, foram colocados e aparelhados. Nossa justiça não existe", exalta Frota.

Alexandre Frota continua dizendo que o País está uma vergonha e que é preciso uma mobilização nacional para que haja uma mudança concreta. Ele ainda afirma que ou a população começa a "tomar as rédeas" do país ou sofrerá consequências horríveis, sobretudo do Supremo Tribunal Federal, o qual está em todos os noticiários do Brasil neste momento.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo