O deputada federal Jair Messias Bolsonaro, do Partido Social Liberal (PSL), pré-candidato à Presidência da República este ano, comentou o ataque que um ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sofreu em uma rodovia no Paraná nessa terça-feira (27).

Durante uma entrevista nessa quarta-feira à noite (28), Bolsonaro acabou surpreendendo a todos ao dizer a seguinte frase: “É tudo mentira. Está na cara que alguém deles deu os tiros. A perícia deverá ficar pronta entre hoje (ontem) e amanhã (hoje) e vai apontar a verdade”, comentou o parlamentar.

A afirmação foi feita pelo deputado durante passagem por Ponta Grossa (PR). Segundo ele, tudo foi armação orquestrada pelos próprios membros do PT.

A Polícia Civil do Paraná ainda está investigando o caso para tentar localizar os possíveis autores dos disparos que acertaram o ônibus da caravana de Lula. Pelas redes sociais, muitas pessoas que são contra a ideologia de esquerda estão comentando esse caso. A maioria delas acredita que isso tudo foi armação. Até o fechamento deste artigo, não haviam novas informações sobre o caso.

Entenda o caso

O ex-presidente Lula está realizando algumas palestras e comícios em diversos Estados brasileiros, onde deixa claro que gostaria de voltar a assumir a presidência do Brasil. Na terça-feira (27), Lula realizava mais um evento no Paraná. Durante o translado entre duas cidades, os ônibus da caravana foram atingidos por tiros.

Durante a viagem pelo Sul do país, Lula e comitiva foram hostilizados em diversas cidades do Rio Grande do Sul.

Alguns moradores fecharam os acessos da cidades para a caravana não entrar e jogaram pedras e ovos contra a comitiva do ex-presidente. A todo momento, ele era atacado, mas isso não impediu o parlamentar a discursar. Ao final do evento, novas confusões foram registradas.

Na sequência da viagem, quando já estava no Paraná, o ônibus da caravana de Lula foi alvejado por alguns disparos de arma de fogo.

Diante disso, a polícia foi acionada e compareceu ao local na tentativa de saber se as marcas no veículo eram realmente de tiros.

Os agentes confirmaram que um ônibus foi atingido por mais três tiros. Diante disso, muitos parlamentares pediram a proteção policial para Lula na tentativa de evitar novos casos como esse. Políticos de vários partidos disseram que isso é um atentado contra a democracia.

Pelas redes sociais, muitas pessoas se manifestaram sobre o caso, comentando que os responsáveis que realizaram os disparos de arma de fogo têm que responder judicialmente por esse atentado. A polícia ainda está analisando esse caso, mas nenhum dos responsáveis foi localizado.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!