A repercussão da morte da vereadora, é mundial. Marielle Francisco da Silva, 38 anos, ou Marielle Franco, como era conhecida no meio político, foi covardemente assassinada [VIDEO] nessa quarta-feira com 4 tiros no centro do Rio de Janeiro. Seu motorista, Anderson Pedro Gomes, 39 anos, também foi alvejado e morreu no local. Sua assessora que assistiu tudo, ficou machucada apenas pelos estilhaços de vidros. Mais foi socorrida e passa bem. Os bandidos fugiram logo após o crime sem levar nada.

O Brasil clama justiça para todas as mulheres

Marielle Franco [VIDEO] era uma mulher de voz forte e presença marcante na defesa dos diretitos humanos e contra açoes violentas na favela.

Iniciou essa luta quando perdeu uma amiga, vítima de bala perdida, num confronto entre policiais e traficantes na favela onde vivia. Vereadora eleita pelo PSOL, com 46.502 votos. Era ativa no movimento negro, formada em sociologia, pesquisadora respeitada e mestre em Administração Publica pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Dividia seu tempo entre trabalho e estudo, para que nada faltasse a sua filha. Luyara hoje com 18 anos.

Marielle Franco costumava dizer, "Lugar de mulher é onde ela quiser" Essa era uma das frases mais querida por essa guerreira que não teve medo de lutar, por tudo que acreditava. Ainda sonhava galgar outros cargos mais altos na politica pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Mas a violencia calou a voz e tirou os sonhos, não somente de Marielle, mas de muitas mulheres que acreditavam na sua força.

Segundo a polícia, acredita que Marielle já estaria sendo seguida desde quando saiu do evento, pois o carro tinha vidros escuros e os bandidos sabiam exatamente onde ela estava sentada e dispararam contra ela.

"Marielle Presente"

Houve muita manifestação Brasil a fora. Mulheres afirmam que sua voz não silenciou e a luta continua. A polícia está empenhada em pegar os culpados por este ato violento. A morte de Marielle comoveu a todos dentro e fora da política. O Brasil que chora a grande perca, implora por justiça.

Os corpos de Marielle e Anderson foram velados na camara de vereadores. Por volta das 17h do dia 15/03, quinta-feira, foi sepultada no cemitério São Francisco Xavier, no complexo do Caju. Muitos usavam adesivos e gritavam "Marielle presente". A atriz Zezé Mota falou ao reporter com muita emoção. "Ela era amiga do Brasil. Fico me perguntando quem vai sobrar na política se pessoas como ela estão sendo assassinadas. Uma mulher que lutava pelos direitos humanos. É uma barbárie, estou indignada", chorando.