A JBS Friboi, uma das grandes fornecedoras de carne do mundo, acaba de ter a homologação de um acordo de delação premiada pelo tribunal e o caso pode envolver diretamente o ministro do Supremo Tribunal Federal, gilmar mendes.

O próprio Gilmar deu a informação ao jornal Folha de S.Paulo sobre o fato de sua família ser uma das fornecedoras de gado à JBS e o ministro pode vir a ter que tomar decisões sobre essa delação premiada.

Gilmar Mendes anda meio "sumido" da mídia

Até algum tempo atrás, era muito comum ver o ministro Gilmar Mendes estampar capas de jornais por inúmeros motivos. Quando não estava soltando algum criminoso, estava sendo hostilizado pela população de bem que não aguenta mais esse tipo de escárnio.

A conduta adotada por Mendes [VIDEO] não condiz com a conduta de um ministro da suprema corte. Jamais se viu tantos holofotes voltados para um ministro do Supremo como vinha ocorrendo com Gilmar Mendes.

Em relação às hostilizações sofridas de forma justa por Gilmar Mendes [VIDEO], a sua reação era sempre de "debochar" das pessoas. Ele deveria fazer esclarecimentos e não ficar zombando da cara das pessoas.

Após esse fato envolvendo a família de Mendes e a JBS Friboi ser divulgado amplamente pela mídia alternativa pela internet, o ministro vem meio que se esquivando das notícias para que o fato seja "esquecido" pelas pessoas.

As indicações ao Supremo Tribunal Federal devem acabar?

Se fosse feita uma pesquisa de opinião para o público brasileiro, teríamos a esmagadora maioria das pessoas discordantes com relação à indicação de ministros para a suprema corte por parte dos respectivos presidentes da república em exercício.

Isso é bem óbvio, pois é uma afronta à moralidade, segundo muitas esferas da população.

Grande parte defende que todos os ministros do STF deveriam ser concursados para exercerem suas funções. Dessa forma seriam pessoas isentas ideológica e politicamente falando, pois o que se vê no STF de hoje é que está totalmente aparelhado com o estamento burocrático que aí está há décadas.

Todos os presidentes da república indicaram ministros para a suprema corte nos últimos anos, inclusive o atual presidente, Michel Temer, que indicou o atual ministro Alexandre de Moraes.

Um outro caso muito escandaloso é o do próprio Ministro Dias Toffoli que foi durante muito tempo, advogado do PT. Quem garante que ele ainda não estaria advogando para as causas do partido o qual defendeu por tanto tempo? Isso definitivamente precisa ter um basta, e os ministros devem, enfim, ser alçados ao cargo através de concurso público. Ao menos é o que deseja boa parte dos especialistas políticos e cidadãos comuns, como revelam pesquisas recentemente realizadas.