A advogada Rosângela Wolf Moro, esposa do Juiz Federal Sérgio Moro [VIDEO], sempre se mostrou uma pessoa do tipo que não se aproveita das circunstâncias para está aparecendo na mídia ou se exibir através da sombra de seu esposo. Ela até chegou a fazer uma página no Facebook chamada “Eu Moro com ele” para ajudá-lo, e receber apoio de seus seguidores, mas depois de várias críticas contra Moro, a advogada resolveu excluir a página.

Pouco tempo atrás Rosângela fez questão de comprar uma briga com a mídia, que levanta o questionamento sobre o auxílio-moradia que é dado aos magistrados mesmo tendo sua própria residência na cidade onde trabalham.

Por ter uma personalidade forte, a revista “Top View” de Curitiba resolveu convidar a advogada para ser a próxima capa da edição do mês de maio, e assim foi feito, Rosângela apareceu estampada capa da revista.

Rosângela fez questão de postar a capa da revista da qual saiu em sua rede social e logo após vieram as criticas de alguns de seguidores. Ela acabou levando na brincadeira as críticas e colocou uma legenda da seguinte forma “Momento exibida”, mas deixou uma postagem como indireta para quem a criticou: “O Pior Tribunal é a internet”

Quando ela foi entrevistada por um repórter, chamado Marc Sousa, que trabalha no Grupo RIC, o qual vem fazendo todas as coberturas da Operação Lava Jato, desde que a mesma iniciou, Rosângela pediu para que fosse entrevistada, mas não como se fosse a mulher do Juiz, e sim como ela mesmo, “Rosângela”.

Durante a entrevista, a advogada não se privou de responder sobre a maior investigação da história do Brasil [VIDEO]sobre corrupção, e falou o quanto a sua vida foi mudada por conta de seu marido ser um dos principais responsáveis pelo combate.

Esposa de Sérgio Moro fala sobre o sofrimento dos amigos e familiares com as fake news

Para a advogada um dos piores incômodos foram as falsas noticias criadas contra Sérgio Moro as chamadas “fake News”, pois ela disse que fica muito chateada quando ver noticias falsas circulando na internet a respeito de seu esposos, amigos ou parentes de suas famílias, pois essas pessoas não poderiam estar sofrendo com consequências causadas pela Lava Jato, os quais estão sendo mais prejudicados com as fake news.

Segundo a magistrada, a Operação Lava Jato acabou com a cultura da impunidade no país, e por isso os amigos e familiares ficam sujeitos às fake news. Ela declarou que é totalmente a favor da liberdade de expressão e que sabe se dá bem com as criticas contra ela e seu esposo, acredita que opiniões diferentes geram um debate produtivo.