Um áudio com a possível voz do jornalista da Rede Globo, Chico Pinheiro, tem repercutido na internet e mostra um tipo de fanatismo explícito nas palavras do apresentador ao defender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele desabafa, critica a prisão decretada pelo juiz federal Sérgio Moro contra Lula e dá recado com estratégia para o petista durante sua permanência na prisão. Para muitos, o áudio é de Chico Pinheiro. Acham que ele pisou na bola com muitos brasileiros que respeitam o seu trabalho, mas são contra os atos ilícitos cometidos pelo petista.

O áudio tem pouco mais de três minutos e foi divulgado no WhatsApp em grupos fechados.

A revista Veja perguntou ao jornalista se seria ele mesmo o autor do áudio. O jornalista se desviou da pergunta e apenas disse: "Não tenho nada a dizer a respeito".

No começo da gravação, a pessoa fala que realizam o fetiche de colocar Lula na cadeia. Em tom de ironia, ele falou que não foi bem do jeito que eles queriam, já que o ex-presidente se negou a cumprir a ordem do juiz de se entregar até às 17h.

Para ele, o próximo passo seria Lula ficar tranquilo na cadeia, pois logo ele vai sair. Segundo a voz, o petista tem que ter sabedoria e inspiração divina para aguentar um tempo lá na prisão. Num certo ponto, o autor do áudio afirmou que Lula já passou por momentos muito piores em sua vida. Portanto, ele vai tirar de letra aquele momento.

Ainda completou dizendo que é importante esse tempo para ver o que eles vão fazer.

"A direita não tem o que fazer", falou. O jornalista disse que todos vão ficar perdidos e que eles terão que achar outro caminho e deixar Lula quieto. Ele repetiu a frase dita por Lula, em seu discurso antes da prisão, de que não é mais um ser humano e, sim, uma ideia. "Ideia não se prende", disse.

Num tom estranho, que poderia simbolizar até um tipo de ameaça, o áudio fala que vai ser difícil eles dormirem agora.

Ouça as palavras ditas, possivelmente, pelo apresentador:

Críticas à Globo

O áudio ainda comentou sobre a cobertura feita pela Globonews, que dizia que o PT precisava traçar novas estratégias. Para ele, quem tem que traçar novas estratégias são eles. As palavras foram vistas como um ataque ao jornalismo da TV Globo.

No último sábado (07), ao dar a notícia da prisão de Lula [VIDEO], Pinheiro tinha os olhos molhados e parecia estar emocionado.

Surgiram revoltas

Algumas pessoas se revoltaram [VIDEO] com a atitude do jornalista. Eles viram em várias postagens dele um tipo de defesa ao ex-presidente.

Muitos zombaram dele pedindo para que chorasse mais alto ao ver Lula sendo levado pela PF.