O jornalista Chico Pinheiro está no centro de uma polêmica após áudio vazado do WhatsApp em que ele aparece, de certa forma, esnobando o “Jornal Nacional”, fazendo trocadilho com o nome de Sergio Moro e defendendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Chico Pinheiro ataca a direita

O áudio vazado de um grupo do WhatsApp que conta com a participação de artistas, jornalistas e pessoas do meio político mostra um Chico Pinheiro heroico para os seguidores de Lula e um Chico Pinheiro melancólico para aqueles que não gostam do ex-presidente.

Chico começa o áudio dizendo que o fetiche daqueles que não gostam de Lula é ver o ex-presidente na cadeia.

Na sequência, ele cita o fato de Lula não ter seguido o que pedia o despacho de Sergio Moro, de se entregar até as 17h da última sexta-feira (6), na sede da Polícia Federal (PF).

“Não foi do jeito que eles queriam”, diz o jornalista. Chico afirma ainda que Lula só deve sair da cadeia quando for a hora certa. O apresentador pede que Lula tenha calma, sabedoria e inspiração divina.

Para o jornalista, o local onde o petista está hoje é melhor do que os lugares onde ele passou a infância e a juventude. Chico diz que “a coisa está louca” e afirma que os “coxinhas estão perdidos” [VIDEO] e a “direita não tem o que fazer”.

Críticas a GloboNews e ao Jornal Nacional

No áudio, Chico Pinheiro não poupa nem quem paga o seu salário. Primeiro, ele criticou uma legenda da GloboNews – canal pago da Globo – que dizia que “sem Lula, PT precisa traçar novas estratégias”.

Em seguida, ele canta a música “Pesadelo” fazendo um trocadilho com o nome do juiz federal Sergio Moro. “Quando um ‘moro’ separa uma ponte une / a vingança encara o remorso pune”, cantarolou.

No sábado (7), Chico Pinheiro estava de plantão na Rede Globo e apresentou o “Jornal Nacional” que cobriu a prisão de Lula. Em vídeo que circula na internet, o jornalista aparece praticamente chorando, com os olhos cheios de lágrimas, ao dar a notícia sobre o ex-presidente. [VIDEO]

No áudio, Chico esnoba o “Jornal Nacional” referindo-se ao principal telejornal do país como “aquele jornal”. “Um beijo no coração de vocês que representaram quando eu tinha que apresentar aquele jornal de ontem”, afirmou Chico.

Lula está preso

O ex-presidente Lula está preso na sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba. O petista foi condenado a 12 anos e um mês de prisão no caso do tríplex do Guarujá. Os crimes cometidos por Lula foram corrupção passiva e lavagem de dinheiro.