O Supremo Tribunal Federal (STF) aguarda uma mudança que poderá mexer com todos os ministros da Corte. No mês de setembro, a presidente do Supremo Cármen Lúcia será substituída por Dias Toffoli, ministro do Supremo e também ex-advogado do PT.

Segundo análise do portal ''O Antagonista'', a Procuradoria Geral da República, no comando de Raquel Dodge, mostra-se ''animada'' com a composição da Segunda Turma do Supremo, que poderia colocar condenados da Operação Lava Jato direto para a cadeia.

Publicidade
Publicidade

No entanto, talvez não seja isso que vá acontecer.

Conforme Toffoli no comando, o Supremo poderá aprovar a possibilidade de recurso de decisão das Turmas. Ou seja, todas as condenações passarão novamente ao Plenário e poderão ser rediscutidas. Dessa forma, surge uma sexta instância e os condenados na Lava Jato ganharão, de forma ''mais fácil'', a impunidade. Segundo o portal, o caso seria uma provocação da Corte.

Toffoli vota a favor de recurso de Maluf

Nesta última quarta-feira, 18 de abril, o ministro Dias Toffoli votou a favor da admissibilidade do recurso de Paulo Maluf.

Publicidade

O deputado afastado pediu a possibilidade de apresentar mais um recurso contra sua condenação. Na votação da Corte, os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux votaram contra esta possibilidade. Por outro lado, Dias Toffoli, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski são a favor do recurso.

No entanto, a votação ainda continuará na próxima quinta-feira, faltam os votos de Cármen Lúcia, Celso de Mello, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello. Maluf busca sair da cadeia desde sua condenação, o ex-deputado também alega problemas de saúde.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula PT

O ex-advogado do PT

Dias Toffoli vai assumir a presidência da Corte em um forte momento para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. No auge de julgamentos sobre a prisão de Lula, Dias Toffoli assumirá o comando da Corte.

No entanto, Toffoli poderia ser um forte aliado ao Partido dos Trabalhadores por já ter tido ''convivência'' com os petistas. O ex-presidente Lula lutará para se candidatar nas eleições presidenciais mesmo que dentro da cadeia.

Toffoli poderá ter um forte papel em decisões que envolvem Lula.

O PT trabalha com nove cenários em que podem colocar Lula nas eleições, mesmo o petista não se encaixando na lei Ficha Limpa. É grande a possibilidade do Supremo ser acionado para debater estas questões judiciais.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo