Michel Temer [VIDEO] (MDB) e o ex-prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), se reuniram na última sexta-feira (20) para discutir uma possível aliança eleitoral. Segundo a jornalista da Globo News e do G1, Andréia Sadi, os políticos conversaram sobre acordos entre MDB e PSDB no âmbito do estado de São Paulo e nacional, na disputa à Presidência da República [VIDEO].

O problema para ambos, ao que parece, é que não possuem anuência de seus respectivos partidos. Por exemplo, João Doria deseja o apoio do MDB a sua candidatura ao Governo de São Paulo. Para isso, resolveu se reunir com Michel Temer. O problema para o tucano é que o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, já reiterou e deve ser lançado candidato pelo MDB.

Em âmbito nacional, o MDB estuda lançar a candidatura de Michel Temer à Presidência da República. O ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, corre por fora como plano B do partido. Temer e Doria discutiram uma possível aliança nacional entre os partidos, mas parecem ter esquecido de um detalhe: Geraldo Alckmin. O presidente nacional do PSDB já lançou sua pré-candidatura com apoio quase que incontestável interno e não cogita a possibilidade de apoiar outro candidato.