Neste domingo (22), uma publicação nas redes sociais, mais precisamente no perfil do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), chamou a atenção de milhares de internautas. Haja vista que um vídeo gravado ainda no Instituto Sede, do Sindicato dos Metalúrgicos, do ABC paulista, Lula, apareceu transtornado afirmando que poderia desaparecer se quisesse, porém preferiu provar sua inocência aos brasileiros.

Nem precisa comentar, mas a postagem que ocorreu na manhã desse domingo repercutiu praticamente em todas as redes sociais.

Publicidade
Publicidade

Segundo Lula, assim que tomou conhecimento do mandado de prisão, não faltaram oportunidades para sua fuga. Mas, em consideração aos seus milhares de eleitores, que ainda acredita na possibilidade de se tornar o novo presidente da República de 2018, não deixou o país nas mãos de seus inimigos.

Na gravação, o petista começou a elencar várias fronteiras que fazem divisa com o país demonstrando a vulnerabilidade da Justiça se por ventura, fosse ousado.

Publicidade

Na verdade, Lula assumiu publicamente que esteve entre as divisas do Paraguai com o Brasil, de Foz do Iguaçu além do Uruguai e a Argentina e não aceitou partir para nenhuma, pois não deixaria de viver uma vida íntegra, para morar na sombra.

E desafiou ao revelar que, quem não deve, "enfrenta o problema". Nos poucos minutos, Lula ainda teve tempo para atacar o juiz da Lava Jato, Sérgio Moro e o procurador do Ministério Público Federal, Deltan Dellagnol.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Sergio Moro Lula

Para o petista, não haveria processo em seu desfavor se não fosse por culpa de Moro e Dallagnol que o prejudicou, com mentiras em todas as situações as quais, o transformaram em réu, inclusive a condenação que o levou para a cadeia.

Lula tratou as autoridades da Justiça como "quase que serviçais da Globo", ou seja, para o ex-presidente, a Rede Globo, também tem uma grande parcela de culpa, que segundo ele, vive o difamando para seus eleitores através da televisão.

Prisão de Lula

Até o momento o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva permanece preso no núcleo de custódia da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, no Paraná, desde o dia 7 de abril.

O petista foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão, pelo juiz responsável pela Operação Lava Jato, Sérgio Moro, por intentar os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso que envolveu o apartamento tríplex, no Guarujá.

Ademais, teve sua sentença em primeira instância chancelada, com pena aumentada para 12 anos e 1 mês pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), de Porto Alegre, ao protocolar recurso que contradizia o juiz Moro.

Publicidade

Veja o vídeo

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo