Um crime assustador tirou a paz da cidade interiorana de São Paulo neste sábado (21). O prefeito de Bariri, representado pela legenda do PSDB, Paulo Henrique Barros de Araújo, 34, foi autuado em flagrante suspeito de sequestrar e estuprar uma garota de apenas 8 anos, no Vale do Igapó, em Bauru.

Segundo as informações dos agentes da Polícia Militar (PM), o parlamentar foi até o Núcleo Habitacional José Regino , raptou uma menina e a levou em seu automóvel para um matagal.

Publicidade
Publicidade

No local, ele teria perdido o controle do veículo e acabou caindo em um buraco.

Nesse momento, a garota percebeu a distração do homem e conseguiu escapara correndo para a beira da estrada, onde encontrou um casal que a ajudou. Segundo testemunhas, a criança estava muito assustada e afirmou que um "homem de barba" teria abusado dela. O casal acionou a polícia rapidamente para apurar a denúncia.

Assim que chegaram ao local encontraram o acusado em meio às árvores da mata.

Ao ser abordado pelos PM, o parlamentar reagiu à voz de prisão e tentou fugir. Mesmo entrando em luta corporal com os policiais e apresentando estar sob efeito de drogas, ele foi imobilizado. Sem delongas, resolveu sinalizar o esconderijo do automóvel.

De acordo com o delegado de plantão, o acusado teria confessado o crime ao detalhar o estupro. Um defensor da Justiça compareceu a delegacia, identificando-se como advogado do parlamentar, porém não concedeu declarações sobre o ocorrido.

Publicidade

Um boletim de ocorrência (BO) foi registrado pelos policiais e Paulo Henrique, foi encaminhado para o núcleo de custódia da região de Barra Bonita, em São Paulo.

O suspeito passou por audiência neste domingo (22/4) em Bauru, no entanto, a deliberação não foi divulgado á imprensa. A "TV TEM", responsável pelas informações procurou a assessoria de comunicação do PSDB em Bariri, mas não quiseram comentar o assunto.

O político em exercício e a menor foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Bela Vista e, após exames preliminares, a perícia constatará se houve ou não a conjunção carnal (estupro).

Em seguida, foram encaminhados á delegacia. O inquérito segue em segredo de Justiça, uma vez que se trata de crime hediondo, inclusive praticado contra menor vulnerável.

Pedido de afastamento

Paulo Henrique é presidente da Câmara de Vereadores, da cidade de Bariri. Além disso, exerce o cargo de prefeito desde 2017. O Legislativo divulgou nota informando que os vereadores locais reuniram-se neste sábado (21), para tratar do ocorrido, no entanto, esclareceram que os membros da mesa terão acesso ao BO somente na próxima segunda-feira (23) para se manifestarem, todavia, deverão protocolar o pedido da quebra de decoro parlamentar, afastando o prefeito interino imediatamente do cargo.

Publicidade

Na reunião também será discutido quem assumirá o cargo de prefeito da cidade até as eleições, determinada para o mês de junho.

Leia tudo