O presidente da República Michel Temer está envolvido no inquérito sobre o Decreto dos Portos comandado pela Polícia Federal. Sendo um dos investigados, Temer se prepara para sua defesa na Justiça. Um fato intrigante nas investigações apontam que o presidente lavou propina através de imóveis para sua família.

Um estranho acontecimento mexe agora com a filha de Temer. Maristela foi intimada para depor a Polícia Federal no próximo dia 3 de maio, no aeroporto de Congonhas.

A Polícia evidencia que a casa de Maristela tenha sido totalmente reformada com dinheiro de propina vinda do coronel Lima, um amigo próximo de Temer que foi preso na Operação Skala, a partir de depoimentos de executivos da empresa JBS.

Os advogados de Maristela já tem conhecimento sobre o interrogatório, o fato marca a família de Michel Temer. A propina distribuída para entes queridos, como a primeira-dama Marcela Temer, o filho mais novo de Michel e Maristela, apontam o valor de R$ 2 milhões recebidos em meados de 2014.

O dinheiro foi repartido entre reformas e transações de imóveis.

Nesta última sexta-feira, 27 de abril, o presidente se pronunciou sobre as acusações. O vazamento do inquérito dos Portos está dando dor de cabeça ao emedebista. As acusações da PF sobre a ''lavagem'' de dinheiro feito por Temer a partir de reformas envolvendo seus parentes não agradaram em nada o presidente da República.

Temer reagiu, dizendo que só um ''irresponsável'' apontaria sua família em meio a lavagem de dinheiro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Michel Temer

O pronunciamento ocorreu no Salão Leste do Palácio do Planalto. O presidente mostrou grande irritação com o fato, dando pequenos socos no púlpito onde discursava. A duração da sua fala foi de 15 minutos.

Nervosismo

Temer se manteve sereno ao falar de jornalistas e da mídia em geral, porém atacou a investigação policial. Em uma de suas falas, disparou: ''vejo uma coisa curiosa, quando a minha defesa pede acesso aos autos do inquérito a resposta é sempre que as diligências estão sendo feitas e é sigiloso.

Como é que a imprensa consegue essas informações?'' O presidente afirma que há alguém que vaza os dados sigilosos das investigações, talvez de propósito. Temer diz que está vivendo uma ''perseguição criminosa disfarçada de investigação''.

Michel Temer é o presidente da República com mais índice de rejeição. O emedebista assumiu o Poder após o impeachment de petista Dilma Rousseff. Temer segue firme para conseguir concluir seu mandato.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo