Os Gideões Missionários da última Hora é consagrado como um dos maiores eventos de evangelização no país. Com sede em Camboriú, SC, os Gideões [VIDEO] objetiva a evangelização de pessoas dentro e fora do Brasil. Todo ano acontece o chamado Congresso dos Gideões que reúne milhares de pessoas e autoridades religiosas e políticas.

Durante um dos eventos realizados pelos Gideões, um pré-candidato a presidente acabou trazendo um grande desconforto aos líderes do evento e a todos envolvidos. O evento aconteceu no Ginásio de Esportes Irineu Bornhausen, na sede dos Gideões, em Camboriú.

O pré-candidato a presidente, deputado federal Cabo Daciolo (PEN-RJ) usou o microfone para dizer aos líderes do evento que Deus estava mandando-os fazer duas coisas naquele momento para que algo extraordinário acontecesse.

Segundo o deputado, os pastores Hueslen Santos e Reuel Bernardino deveriam realizar um ato de fé a Deus. Este ato consistia em doar todo dinheiro arrecadado durante o evento às pessoas que estavam presentes. O deputado insistiu que Deus estava mandando-o fazer aquele pedido, e enquanto falava, ele rodopiava falando línguas estranhas.

Líderes dos Gideões ficam constrangidos durante evento

Os pastores demonstraram grande Constrangimento diante da situação ao serem questionados por Daciolo se eles iriam aceitar ou não o desafio que segundo ele foi imposto por Deus. O deputado perguntou diretamente aos líderes o que era que Deus estava falando nos corações deles, e Hueslen acabou tendo que responder a pergunta do deputado dizendo que eles já tinham ajudado as pessoas do evento com alojamento, transporte e alimentação.

O deputado não satisfeito com a resposta do pastor Huesley, continuou insistindo no “desafio” e falou que eles deveriam doar as ofertas só naquele dia, pois Deus iria fazer a multiplicação daquele gesto deles. Muito enfático em sua fala, Daciolo falou que se eles fizessem tal atitude iriam dá o maior exemplo da nação, e em seguida questionou mais uma vez, mas direcionou a pergunta ao pastor Reuel. Já que Huesley já havia dado a entender que não faria o que ele estava pedindo.

Ao ser questionado, Reul afirmou que iriam fazer segundo a vontade de Deus, e o deputado acabou comemorando entendendo equivocadamente que o presidente havia concordado com o desafio proposto. Há ainda a possibilidade de Daciolo ter fingindo que entendeu de forma errada para poder diminuir o transtorno causado a todos durante o evento que foi transmitido ao vivo [VIDEO] pela TVGideões.

Ao final de toda a situação, após o deputado ter entendido que seu pedido foi realizado pelos líderes do evento, ele agradeceu a oportunidade que foi concedida a ele, e em seguida passou o microfone ao pastor.