Nova pesquisa realizada pelo Datafolha mostrou que a preferência do brasileiros, em se tratando de partido político, ainda é o Partido dos Trabalhadores (PT) [VIDEO]. O levantamento foi realizado entre os dias 11 e 13 de abril. Mesmo com a entrega do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Polícia Federal, ocorrida no dia 7 de abril, e desde então seguindo preso em Curitiba, o partido se mantém como o preferido da maioria dos brasileiros em todas as regiões do país.

Outros partidos

Mas de 20 por cento dos entrevistados preferem o Partido dos Trabalhadores [VIDEO]. Esse número cresceu após a prisão de Lula. No último levantamento, realizado em janeiro, era de 19 por cento.

A margem da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Todos partidos que pontuaram não tiveram um terço da pontuação recebida pelo PT de forma espontânea. O levantamento mostrou que os outros partidos, MDB (antigo PMDB), PSDB, tiveram pontuação bem inferior, apenas 4 e 3 por cento, respectivamente. PDT e Psol ficaram com 1 por cento, cada.

Preferência por região

A região Nordeste foi a que mais aprovou o partido. Cerca de 31 por cento dos entrevistados disseram preferir o PT. A região Norte ficou em segundo lugar com 26 por cento. As regiões Sul e Sudeste também preferem o PT, ambas com 15 por cento dos eleitores.

PT é o preferido há quase 20 anos

O Partido dos Trabalhadores segue em primeiro lugar na preferência dos brasileiros há mais de 19 anos. Desde 1999 o PT é considerado o partido mais querido pelos brasileiros.

O índice de maior popularidade do PT foi em 2003 [VIDEO], quando Lula foi presidente pela primeira vez. De lá para cá, o partido sofreu com grandes escândalos de corrupção e a alta divulgação pela mídia, o que enfraqueceu por alguns anos.

Momentos difíceis

Após o impeachment de Dilma Rousseff, em 2016, e início da crise na economia, o partido teve uma baixa, ficando com média de 9 pontos. Esse período foi o mais baixo em toda a sua história. Mesmo assim, foi o mais acreditado pelos brasileiros. Outros partidos como o PMDB, à época, PSDB tiveram desempenho bem abaixo, menos não tendo divulgação de escândalos de corrupção pela grande imprensa.

MDB (antigo PMDB)

Com o governo de Michel Temer, o partido ganhou mais notoriedade, devido a impopularidade do atual governo e as medidas severas que atacam a parcela mais pobre da população. O alto índice de desemprego gerado no atual governo, podem ser um dos fatores de desaprovação ao MDB, que mudou de nome, justamente devido à grande degaste na imagem.