A Procuradoria-Geral da República Raquel Dodge denunciou, nesta última segunda-feira, 30 de abril, o ex-presidente Lula, a senadora Gleisi Hoffmann, o ex-ministro Antonio Palocci e Marcelo Odebrecht. Desta forma, a situação do Partido dos Trabalhadores, em especial de Lula, se complica ainda mais na Justiça.

Enquanto o petista luta em dizer que nunca cometeu nenhum tipo de irregularidades, o Judiciário e a Procuradoria acumula integrantes que entendem que Lula é criminoso.

No total, Lula é alvo de nove denúncias, sem contar com o caso do tríplex que lhe rendeu uma condenação de 12 anos e um mês na cadeia, a qual já está cumprindo pena.

Nas acusações, 19 procuradores da primeira instância, contando com membros da força-tarefa da Lava Jato, acreditam que Lula é culpado. O posicionamento de Raquel Dodge também comprova que a Procuradoria entende que Lula cometeu crimes.

Da mesma forma que seu antecessor Rodrigo Janot, Dodge mantém o mesmo entendimento.

As acusações dos procuradores fizeram com que o juiz federal Sergio Moro, responsável pela Lava Jato em Curitiba, Paraná, condenasse o petista na primeira instância, colocando Lula dentro da cadeia. Os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF-4) também chegaram a mesma conclusão.

Desespero de Gleisi Hoffmann

Para inocentar o líder de seu partido, Gleisi Hoffmann subiu na tribuna do Senado Federal e falou contra Raquel Dodge.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula

A senadora disse que a chefe do Ministério Público Federal (MPF) era ''mentirosa'', ''infantil'', ''falsa'', ''de má fé'', e agiu ''sem provas'', sendo ''irresponsável''.

Gleisi está furiosa com a denúncia da Procuradoria que cita ela e seu marido, Paulo Bernardo. Ao defender seus colegas de partido, Gleisi só não citou Antonio Palocci. Devido à prisão, Palocci foi um amigo próximo ao ex-presidente Lula e seu acordo de delação premiada com a Polícia Federal poderá incriminar ainda mais o petista.

A senadora justifica que a denúncia chegou em um momento em que Lula está liderando todas as pesquisas de intenções de votos para a presidência da República nas eleições de 2018. Lula está inelegível, conforme a Lei Ficha Limpa o petista não poderia se candidatar por ter sido condenado em crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Resta esperar para saber o destino de Lula com a cadeia conforme as inúmeras tentativas da defesa para tirar o petista o mais rápido possível de Curitiba.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo