O ex-prefeito da cidade de São Paulo, João Doria (PSDB), atualmente pré-candidato ao governo do estado de São Paulo, reagiu de forma polêmica à tragédia do desabamento [VIDEO] de um Prédio na capital paulista. Para o ex-prefeito João Doria, o prédio, que era ocupado por movimentos sociais, abrigava uma "facção criminosa", segundo o ex-prefeito.

Prédio desabou após incêncio

Na manhã desta terça-feira, primeiro de maio, Dia do Trabalhador, a população acordou com a notícia de uma tragédia: que um prédio que abrigava diversas famílias havia desabado após um incêndio. O corpo de bombeiros iniciou o trabalho de resgate durante o incêndio, porém, não foi capaz de impedir que o prédio desabasse.

Vítimas do incêndio e do desabamento [VIDEO]

O corpo de bombeiros ainda não divulgou nenhuma informação oficial quanto ao número de mortos no desastre. Porém, há uma grande chance de que tenham vítimas fatais, uma vez que, durante o resgate, um homem que estava no oitavo andar, caiu junto com a estrutura do prédio, enquanto era resgatado pelo corpo de bombeiros. O próprio corpo de bombeiros admitiu que somente um milagre pode ter salvado a vida deste homem. O prédio possuía 24 andares e pelo menos mais 4 pessoas estão desaparecidas. Muitas pessoas conseguiram sair do prédio durante o incêndio e conseguiram salvar suas vidas. O corpo de bombeiros ainda afirmou que não fará uso de maquinário, ao menos por enquanto, uma vez que ainda pode ter pessoas vivas e o maquinário pode prejudicar o resgate.

Repercussão internacional

A notícia do desabamento do edifício tem causado repercussão internacional, mas é feita a ressalva de que o edifício estava ocupado de forma irregular.

Criminalização dos movimentos sociais

O momento atual do país é de tensão para os movimentos sociais, uma vez que há iniciativas do poder legislativo para criminalizar os movimentos sociais pelas invasões de terras ou espaços particulares de forma irregular. Mesmo quando tais pessoas não tenham onde morar. Após a tragédia, o governo do estado de São Paulo disse (segundo o atual prefeito de São Paulo) que vai contribuir financeiramente com o aluguel social para as famílias desabrigadas. É importante observar que até antes do desabamento, a informação é que não havia verba para tais auxílios.

Doria acusou movimentos sociais de abrigar facção criminosa

Segundo o ex-prefeito de São Paulo, João Doria, diversas tentativas da prefeitura foram inefetivas, em virtude da resistência dos movimentos, e, segundo Doria, parte daqueles que moravam lá era formada por "facções criminosas", nas palavras do prefeito, demonstrando o ódio que existe entre esquerda e direita no Brasil. É importante observar que não foi divulgada qualquer prova das alegações do ex-prefeito e candidato ao Governo.

Dória fez sua carreira política falando mal de Lula, porém, neste caso, existem vítimas fatais. Dória lamentou que tenham vítimas fatais (embora ainda não oficializado).