O pré-candidato a presidente, deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSL - RJ), fez um vídeo para as suas redes sociais apelando para que os caminhoneiros encerrem a greve e voltem ao trabalho para que o Brasil recupere a normalidade. Ele disse no vídeo que ninguém deve torcer pelo "quanto pior melhor" e que a greve dos caminhoneiros precisa terminar para que o caos não tome conta do País e prejudique ainda mais as pessoas.

Bolsonaro se mostrou solidário aos grevistas e disse que há muito tempo vem acompanhando a situação e que a falta de palavra do presidente Michel Temer (MDB) levou a essa situação caótica que pode quebrar o Brasil.

Publicidade
Publicidade

O presidenciável destacou a importância do trabalho que os caminhoneiros fizeram ao entrarem em greve, pois mostraram as entranhas do poder, os impostos extorsivos e a corrupção. "O governo se mostra incapaz de dialogar e buscar soluções", disse Bolsonaro.

Todo mundo perde com a greve, afirma Bolsonaro

O deputado disse entender que até aqui o trabalho foi excepcional, mas se a greve continuar, todo mundo será prejudicado. "Toda sociedade começa a perder", comentou Bolsonaro durante o vídeo, afirmando ainda que quebrar o Brasil não é de interesse das pessoas de bem, mas apenas da esquerda que deixou o poder, referindo-se ao PT e também ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso em Curitiba.

Para ele, seria um ato de nobreza por parte dos caminhoneiros se decidirem acabar com a greve e fazer com que o Brasil volte à normalidade. "O Brasil quebrado não interessa à ninguém", disse o pré-candidato a presidente da República.

Ele lembrou ainda dos prejuízos que a greve dos caminhoneiros causou, em especial aos trabalhadores da zona rural que que estão impedidos de transportar tudo o que eles produzem. Bolsonaro lembrou que com a paralisação muitas aves estão morrendo, a produção leiteira está sendo desperdiçada e diversos outros tipos de problemas foram causados pela greve dos caminhoneiros.

Publicidade

Para deputado, a solução do Brasil chega em outubro

Em outro ponto do vídeo, Bolsonaro repetiu que ninguém está interessado em quebrar o Brasil e que por isso a greve precisa acabar agora e esperar para mudar tudo em outubro com a eleição de um novo presidente, que segundo ele, pode ser um homem ou uma mulher.

Para mudar o Brasil, segundo ele, o novo mandatário que será eleito em outubro precisa ser patriota e, acima de tudo, honesto. "Humildemente peço a vocês: não vamos quebrar o Brasil", disse Bolsonaro no final do vídeo, referindo-se aos caminhoneiros.

Leia tudo