Nesta última terça-feira, 29 de maio, a procuradora-geral da República Raquel Dodge se pronunciou a respeito da Greve dos Caminhoneiros. Durante reunião com o Conselho Nacional do Ministério Público, Dodge avaliou que os efeitos da paralisação atingem os direitos fundamentais. Um comitê no Ministério Público Federal (MPF) foi formado para tratar dos efeitos da greve no Brasil.

A procuradora disse que diversos integrantes do MPF estão em reuniões com autoridades de todo o país.

Publicidade
Publicidade

Ações para diminuir os prejuízos da greve, como liberar vias para caminhões com produtos emergenciais de hospitais, utensílios de hemocentros e hemodiálise foram realizadas. Dodge esclareceu que o Ministério Público ''não fechou as portas'' e está trabalhando neste momento caótico do Brasil.

Uma conversa contínua entre o MPF e autoridades de diversos níveis do Poder está sendo realizada para minimizar o efeito da greve e buscar soluções. Dodge disse que o direito à greve, protesto e à reivindicação estão estabelecidos na Lei, no entanto há de se tomar cuidado com ''práticas abusivas''. Além do mais, uma paralisação pode ocasionar prejuízos a indivíduos ou grupos, avaliou a procuradora.

O nono dia da greve dos caminhoneiros

Os efeitos da paralisação da categoria são inúmeros. Rapidamente, hospitais, supermercados e postos de combustíveis foram afetados pela greve. O governo de Michel Temer não obteve sucesso nas tentativas de acordo com os trabalhadores, ainda há bloqueios em diversas vias.

A Associação Brasileira dos Caminhoneiros se dividiu, parte defende a paralisação enquanto outra parte deseja o fim da greve. Enquanto um acordo concreto não define-se, a população brasileira lida com as dificuldades da falta de combustível e alimentos nos mercados.

Publicidade

General do Exército

O general Hamilton Mourão disse nesta terça-feira que a cidade de Porto Alegre é contra a intervenção militar. Devido à greve, diversas informações relacionadas a uma possível intervenção foram divulgadas, porém o general desmente o fato.

Mourão avaliou que a intervenção militar não seria uma ''solução imediata'' e que não há necessidade do Brasil ser titulado pelas Forças Armadas. Em meio à greve, alguns caminhoneiros apareceram com cartazes em prol da intervenção.

Situação dos postos de combustíveis

Um posto da região de São Paulo foi reabastecido, no entanto não com a quantidade suficiente de gasolina para atender toda população. Como uma forma de disponibilizar combustível para a maior quantidade de pessoas possíveis, o posto estabeleceu o abastecimento máximo de R$ 100,00.

Leia tudo