Michel Temer [VIDEO] e Henrique Meirelles disputavam dia a dia a condição de representante do governo na eleição presidencial deste ano. Temer, há algumas semanas, informou a seus correligionários que iria disputar o pleito. Pelo menos essa era a notícia, até então. Já Meirelles se filiou ao MDB focado na vaga e sempre disse que não aceitaria ser vice de chapa de ninguém. Nesta terça-feira (22), a dúvida foi desfeita e o ex-ministro da Fazenda foi anunciado como o candidato à Presidência da República [VIDEO] pelo MDB.

O anúncio, curiosamente, foi feito pela boca de Michel Temer. "Tenho certeza de que o Meirelles é o melhor dentre os melhores", afirmou Temer.

Temer também declarou diretamente para Henrique Meirelles que acredita em seu potencial e que ele seria capaz de estar à frente não só do MDB, mas também da corrida presidencial. E completou dizendo que todo o partido precisa apoiar a candidatura de Meirelles, que não há espaço para descontentes. Esses devem se desfiliar e buscar espaço em outro partido.

Na competição com Temer, Meirelles tem vantagem pela menor rejeição ao seu nome, se comparado com o correligionário emedebista. No quesito intenção de voto, ambos aparecem com insignificantes 1% dos votos nas últimas pesquisas divulgadas.