No dia da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, diversos militantes do Partido dos Trabalhadores se aglomeraram para evitar a ação da Polícia. Os agentes da PF tiveram grande dificuldade no acesso ao local em que Lula estava e só nos últimos momentos o petista se entregou para evitar que seu caso na Justiça não piorasse ainda mais. Lula afirmava que os próprios membros de seu partido e fãs impediam sua saída.

O mandato de prisão ocorreu no dia 5 de abril, porém só no dia 7 foi concluída a ação da Polícia Federal. No entanto, ocorreu uma confusão entre o ex-vereador de Diadema, Maninho do PT, um dos fãs e amigos de Lula devido ao apoio ao ex-presidente, e o empresário Carlos Alberto Bettoni em frente ao Instituto Lula.

O político agrediu o empresário de forma covarde fazendo com que o homem de 56 anos sofresse traumatismo craniano e ficasse 22 dias internado.

A agressão se iniciou a partir de uma discussão entre prós e contra Lula.

Bettoni foi lançado em um caminhão e bateu a cabeça no para-choque. No momento, o homem ficou imóvel e levado para o hospital mais próximo.

Nesta última sexta-feira, 11 de maio, a juíza Débora Faitarone, da 1ª Vara do Júri de São Paulo, decretou a prisão do ex-vereador e também de seu filho, Leandro Marinho, apontado como um dos ''ajudantes'' do crime.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Corrupção

A juíza foi enfática e mencionou que o ato aconteceu de forma covarde, em tentativa de homicídio duplamente qualificado, impossibilitando a defesa da vítima.

Segundo Faltarone, Leandro e Maninho ''não podem permanecer em liberdade após a prática de um crime doloso contra a vida, praticado de maneira tão covarde”.

Logo após a decisão da Justiça, os advogados de defesa de Bettoni, Daniel Bialski e João Batista Jr.

se manifestaram em uma nota demonstrando grande felicidade pela prisão dos petistas.

Segundo os advogados, a prisão decretada foi muito bem fundamentada e também respondeu aos anseios da sociedade que é ver justiça acontecendo e trazendo tranquilidade para a vítima.

O vídeo do momento do ataque contra o empresário foi gravado por outros manifestantes do local e segue disponível na internet. Veja a seguir a atitude covarde dos petistas contra o homem que tentava fugir de Maninho do PT e seu filho Leandro Marinho.

Felizmente, Bettoni está bem e conseguiu se livrar da morte.

Nas rede sociais diversas pessoas se manifestaram e pediram urgentemente a prisão do político demonstrando sentimento de revolta com o crime.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo