Em declaração dada nesta semana ao jornalista Gerson Camarotti, de GloboNews e do portal G1, o presidente da República Michel Temer sinalizou que o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles deverá ser o candidato do MDB nas eleições presidenciais de 2018.

Meirelles era ministro da Fazenda de Temer [VIDEO] e deixou o cargo em março para arquitetar melhor a sua candidatura. Uma das suas ações foi se filiar ao MDB - antes, pertencia ao PSD.

"Eu ainda não sei se vou ser candidato nessas eleições. Pretendo esperar o mês de julho. Mas tem o Henrique Meirelles, e o Meirelles é mais candidato do que eu", avaliou Temer ao jornalista.

Nesta linha, Temer assegurou que o MDB lançará um candidato próprio nessas eleições, em que pese o desejo contrário de alguns dirigentes regionais do partido.

O presidente [VIDEO], nesta semana, celebrou dois anos de governo e vibrou com avanços em áreas sensíveis como a economia, por exemplo. Michel Temer assumiu o cargo de forma interina em maio de 2016, e passou a ser oficialmente o presidente da República no mes de agosto do mesmo ano, quando o Senado Federal em plenário determinou a confirmação do impeachment da petista Dilma Rousseff, que havia feito chapa com Temer em 2014.