Geraldo Alckmin [VIDEO] iniciou sua pré-campanha há pouco tempo, porém, já sofre com as dúvidas impostas por aliados. Com o mau desempenho nas pesquisas de intenção de voto, não conseguindo se destacar nem em São Paulo, onde supostamente deveria ser sua maior reserva de votos, Alckmin já enfrenta a desconfiança de seus pares.

O DEM, um tradicional aliado do PSDB, já questionou publicamente a viabilidade da candidatura do ex-governador de São Paulo. O presidente da Câmara dos Deputados e apontado como pré-candidato à Presidência da República [VIDEO] pelo DEM, Rodrigo Maia, afirmou há alguns dias que a aliança entre os partidos estava na hora de ser rompida, por exemplo.

O que fez aumentar ainda mais a desconfiança com relação a candidatura de Alckmin foi a queda na última pesquisa CNT/MDA de intenção de voto. O tucano paulista caiu de 10% para meros 5%.

Segundo a Folha de S. Paulo, uma reunião nesta semana analisou uma pesquisa qualitativa em que o eleitorado associava Geraldo Alckmin com a velha política e as ideias que estão sendo implementadas pelo governo de Michel Temer. Em outras palavras: totalmente impopular.

A Folha também voltou a citar o nome de João Doria como um plano B tucano. Segundo a publicação, um correligionário próximo ao ex-prefeito sugeriu que parte da bancada estadual do partido comece a pressionar por sua candidatura.