O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello [VIDEO], admitiu em entrevista ao jornal "O Globo" neste domingo (17) a possibilidade de ser vice de chapa de Marina Silva à presidência da República [VIDEO]. Bandeira de Mello é filiado à Rede, mesmo partido de Marina. Como a sigla está tendo dificuldades em conseguir aliados de outros partidos, o nome do flamenguista começou a ser cogitado. O senador Randolfe Rodrigues é o maios apoiador dessa chapa dentro da Rede.

Eduardo de Mello afirmou na entrevista que está à disposição de Marina Silva para ajudar da maneira que a presidenciável decidir. O presidente do Flamengo disse que pode ser candidato ou apenas ajudar nos bastidores durante a campanha, será Marina que decidirá sua posição.

O discurso de ambos é muito parecido. Bandeira se disse muito preocupado com questões sociais e ligadas aos direitos humanos e meio ambiente. Também afirmou não ser favorável ao Estado mínimo e disse acreditar que a iniciativa privada tem sim sua importância para o bom andamento do País.

Sobre a reforma de Previdência, um dos temas principais em pauta para o próximo grupo que for governar o Brasil, Bandeira de Mello afirmou que não se trata de ideologia, sim de números.