Os resquícios do último domingo, 8 de julho, acabaram prejudicando a família o ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli. O embate que ocorreu para a soltura do ex-presidente [VIDEO]Luiz Inácio Lula da Silva acabou atingindo os familiares do ministro. De forma errônea, a imagem do irmão de Toffoli foi associada com a ação jurídica.

Uma foto que foi divulgada nas redes sociais afirmava que o desembargador Rogério Favreto, responsável pela ordem de soltura de Lula, estava beijando o rosto do ex-presidente Lula. No entanto, não era Favreto quem aparecia na foto, mas sim o irmão mais novo de Dias Toffoli, José Eduardo.

A situação trouxe incômodo aos familiares do ministro, pois José Eduardo tem síndrome de Down. Na ocasião da foto, no ano de 2009, Toffoli estava sendo nomeado ministro da Suprema Corte por Lula.

Família quer ação do Ministério Público Federal

Pela exposição de José Eduardo, 49 anos, a família de Toffoli aguarda um posicionamento do MPF. A foto trouxe diversos comentários negativos, tanto para o desembargador Rogério Favreto como para o irmão de Toffoli.

Logo após as pessoas descobriram que não se tratava de Favreto, mas sim de José Eduardo, os comentários agressivos continuaram. O ministro Dias Toffoli está sendo muito criticado por sua atuação no Supremo. Ele já trabalhou como advogado para o Partido dos Trabalhadores.

Em uma mensagem enviada para amigos, o irmão mais velho de Toffoli, José Luiz, demonstrou indignação com a mentira espalhada.

José Luiz disse que estão fazendo uma maldade com seu irmão, que completou 49 anos no último dia 8.

A vítima da foto tem a proteção do Estado e, ao que tudo indica, uma investigação será aberta.

Toffoli pode soltar Lula?

A expectativa do Partido dos Trabalhadores é de que Lula seja solto por ordem do ministro Dias Toffoli. No momento em que Cármen Lúcia [VIDEO]terminar seu mandato como presidente do Supremo, será Toffoli quem assumirá o cargo.

Lula foi condenado a 12 anos e um mês pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Desde que foi preso, seus advogados de defesa tentam todas as táticas possíveis para tirar o líder do PT da cadeia. O último pedido de habeas corpus foi apresentado no domingo.

Além de Lula, Antonio Palocci e José Dirceu também já foram condenados.

Presidente do STJ fala sobre tentativa de soltura de Lula no TRF-4

A presidente do Superior Tribunal de Justiça, Laurita Vaz, avaliou que o posicionamento do desembargador Favreto foi "incompetente". Além do mais, a ministra citou que o magistrado causou tumulto jurídico sem necessidade. Em decisão, o STJ ordenou que Lula continue preso na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, Paraná.