Os holofotes da mídia em geral continuam a se fixar no conturbado cenário político e econômico atravessado pelo Brasil nos últimos anos, principalmente após o impeachment de Dilma Rousseff, tendo os embates ideológicos entre movimentos e partidos políticos de direita e esquerda no país.

Tanto é assim que a notícia de que Fernando Haddad, ex-prefeito da Cidade de São Paulo, será o novo membro da equipe de advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se tornou manchete recorrente no noticiário em geral desta segunda-feira (2).

Obviamente que, por meio dessa nova condição, Haddad terá passe-livre a Lula na prisão localizada na cidade de Curitiba. Vale frisar, inclusive, de que foi o próprio Lula que aconselhou a inclusão do ex-prefeito como mais um registrado oficial perante a Justiça para ser seu advogado.

Luiz Inácio usou como argumento de que tanto ele como Fernando precisam ter mais encontros definidos, a fim de nortear, assim, o plano de governo do PT (Partido dos Trabalhadores), plano esse que tem na figura de Haddad um dos seus principais mentores e articuladores de sustento.

A título de esclarecimento, Fernando formou-se em direito pela conceituada USP da capital paulistana e obteve o registro emitido pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) nos idos do ano de 1987.

Conforme um grande número de observadores e especialistas em política nacional, Fernando Haddad é tido como o principal expoente político em substituição a Lula, se por acaso o ex-presidente não lograr sucesso com os seus recursos judiciais, os quais buscam colocá-lo na disputa para as eleições presidenciais que ocorrerão ainda em 2018.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Corrupção

Lula, após uma série de embates políticos e acusações de corrupção frente à própria Justiça, foi preso em abril deste ano, uma vez que foi condenado já em segunda instância, tendo como causa da condenação o recorrente caso do tríplex do Guarujá, litoral de São Paulo.

Por outro lado, Lula se encontra totalmente decidido a não abandonar a sua candidatura; tanto é que através de sua equipe de advogados conseguiu até o momento apresentar 78 recursos, todos eles visando à reversão da sentença ou até mesmo que o ex-presidente possa sair da clausura da prisão.

Caso a totalidade dos recursos não tenha êxito, especialistas dizem que Lula indicará Fernando Haddad para o substituir na campanha eleitoral; no entanto, isso só acontecerá no último capítulo desse imbróglio, visando potencializar a figura do ex-presidente, elevando, assim, a força de transferência de votos válidos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo