De uns tempos para cá, alguns ministros do órgão que compõe um dos três poderes do país [VIDEO] [VIDEO], o STF (Supremo Tribunal Federal), vem colecionando vexames frente a decisões que tomaram [VIDEO] [VIDEO], em particular a atual 2ª turma, mais precisamente os ministros: Gilmar Mendes, Toffoli e Lewandowski. Os três vêm sendo considerados por muitos, como 'facilitadores' do PT (Partido dos Trabalhadores), em especial réus e condenados, a exemplo da absolvição de Gleisi Hoffmann e da soltura de José Dirceu, [VIDEO] [VIDEO] fatos esses repudiados pelo jurista Modesto Carvalhosa, que na manhã desta quinta-feira (12) convocou a web, por meio de um abaixo-assinado para impedir Dias Toffoli de presidir o STF.

Para o jurista Modesto Carvalhosa, o STF deve promover a pacificação da sociedade principalmente no combate à Corrupção; a instituição, segundo ele, deve prezar pelo respeito do povo brasileiro, e retomar aquilo que lhe é natural, que seria a legitimidade de um colegiado comprometido realmente com a justiça por intermédio da aplicação da lei, o que não tem ocorrido.

Para o jurista, o momento é histórico para a presidência do Supremo

Em seu perfil do Facebook, o jurista afirma que vivemos um momento histórico do Supremo, e que portanto deve-se ter um Ministro que traga a pacificação interna e a confiança plena da sociedade, características que, segundo ele, não fazem parte do Ministro Toffoli.

Embora o Ministro Dias Toffoli esteja atualmente de férias na Escócia, a pretensão é que a Ministra Cármen Lúcia, tome o lugar de Toffoli na 2ª turma em setembro, mantendo assim a tradição interna da casa.

No entanto, não se sabe ao certo o efeito exato da influência do abaixo-assinado sobre a Corte, mas é possível que o manifesto impacte de alguma forma ou mesmo positivamente ao impedimento de Toffoli.

Abaixo-assinado para tentar impedir Toffoli de ser presidente do STF conta com duas hashtags nas mídias sociais

Sob o título: "Não queremos Toffoli na Presidência do STF", o referido abaixo-assinado e encontra no site change.org e já soma, até o presente momento, mais de 127 mil assinaturas. O objetivo da campanha é arrecadar 150 mil assinaturas.

O manifesto de Modesto Carvalhosa, conta com duas hashtags: #TOFFOLI e #TOFFORA. Vale ressaltar que o manifesto deve ser enviado ao STF.

A preocupação do jurista é, não só quanto à articulação do PT dentro da Corte como também na recuperação da confiança por parte do povo brasileiro que é primordial.

Correção (16 de Julho de 2018) A versão anterior deste artigo informava que o Ministro Dias Toffoli estava de férias na Suíça, quando na verdade ele estava de férias na Escócia.