Os internautas não perdoam quando o assunto são teorias conspiratórias, e, principalmente, quando se trata de uma União das Republicas Socialistas da América Latina [VIDEO] (URSAL). O termo começou a circular na internet, segundo um canal no YouTube, Meteoro, desde 2001, quando a professora universitária, Maria Lúcia Victor Barbosa, usou o termo de forma irônica. Na verdade, URSAL, segundo a professora, era a União das Republiquetas Socialistas da América Latina.

Ainda, segundo o canal, não se sabe como esse termo virou uma conotação mais séria.

Quem é Cabo Daciolo?

Cabo Daciolo tem o nome de batismo Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, 42, é natural de Florianópolis (SC), e era bombeiro militar e agora é politico brasileiro filiado ao partido Patriota desde 2015.

Foi eleito deputado federal pelo Estado do Rio de Janeiro. Também foi expulso do PSOL, em 2014.

Polêmico pelas suas pregações, virou destaque no 1º debate presidencial por causa da pergunta que fez ao candidato do PDT, Ciro Gomes.

Ciro Gomes fundou o fórum de São Paulo?

Durante o debate dos presidenciáveis, o candidato do Patriota, Cabo Daciolo, fez uma pergunta ao candidato do PDT, Ciro Gomes, sobre o que ele tinha a dizer sobre o Fórum de São Paulo [VIDEO] – quando acusou o presidenciável de ser um dos fundadores – e também sobre a URSAL. Ciro, visivelmente surpreso com a pergunta, disse que não conhecia o que ele chamou de URSAL e que não fundou o Fórum de São Paulo. O caso rendeu milhares de memes, e, assim, Cabo Daciolo foi conhecido por todo o público.

Outras polêmicas

Cabo Daciolo é conhecido pelas suas exaltações religiosas em seus muitos discursos na Câmara dos Deputados, onde é parlamentar federal.

No próprio debate da Band, disse que a crescente violência das mulheres em nosso país é falta de amor. Em uma outra fala, no debate, disse que o Brasil teria, de forma hiperbólica, 400 bilhões de sonegadores, sendo que, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a população mundial está em torno de 7,6 bilhões de pessoas. Na nação brasileira, há 208,8 milhões de habitantes, segundo o senso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Porém, Cabo Daciolo já era conhecido por suas polêmicas na área religiosa, antes mesmo do debate. Em uma sessão no Parlamento federal em 2016, fez um pedido para que todos os “demônios” saíssem no local em nome de “Jesus”. Em um outro momento, pediu para o presidente Michel Temer (MDB) sair da maçonaria e largar o satanismo.

Sua última polêmica foi em julho, quando o parlamentar disse que a deputada Mara Gabrilli (PSDB) iria andar novamente. A deputada Gabrilli é tetraplégica. Disse o Cabo, que não iria falar de religião e que isso poderia parecer uma “Loucura”, mas preferiria a “loucura de Deus” à sabedoria dos homens.

Confira os vídeos que contextualizaram a situação