O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), aparece à frente dos concorrentes em três de quatro cenários testados pela Ipesp, em pesquisa realizada pela XP Investimentos, divulgada nesta sexta-feira (10). O ex-deputado federal também lidera a pesquisa espontânea.

Esta foi a primeira pesquisa eleitoral para a Presidência da República após a conclusão das convenções partidárias. O levantamento foi feito entre os dias 6 e 8 de agosto. A margem de erro é de 3,2 pontos para mais ou para menos.

Pesquisa espontânea

No levantamento espontâneo, não é apresentador o nome de nenhum candidato. Bolsonaro lidera, com 17%. Lula aparece na segunda posição, com 15%. Os demais candidatos vêm muito abaixo: Alckmin e Ciro Gomes tem 3%. Alvaro Dias soma 2%. Marina Silva aparece com 1%.

Bolsonaro vai muito bem em dois primeiros cenários

No cenário 1, Jair Bolsonaro aparece na liderança com 23% dos votos.

Nennhum candidato do PT foi colocado nesta disputa. A segunda posição é ocupada por Marina Silva (Rede), com 12%.

Geraldo Alckmin (PSDB) aparece com 10%. Isso mostra um crescimento do ex-governador de São Paulo em relação às pesquisas realizadas por outros institutos, como Paraná Pesquisas e DataPoder360.

Ciro Gomes (PDT) é o terceiro colocado, com 9%. Alvaro Dias (Podemos) tem 5%. Henrique Meirelles aparece com 3%.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro

Mesma porcentagem de Manuela D'Ávilla (PC do B), que desistiu da candidatura para ser vice de Fernando Haddad (PT).

No segundo cenário, Haddad é o representante. Oficialmente, a legenda aposta em Lula, mas o ex-presidente está preso e foi condenado a 12 anos e um mês pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele deve ser pego na Lei da Ficha Limpa e ficar inelegível.

Neste cenário, as posições dos candidatos permanecem as mesmas. Haddad soma apenas 3% dos votos.

Haddad cresce ao ser apoiado por Lula

Se os 3% do segundo cenário assustam os petistas, o fato de ser apoiado por Lula faz Fernando Haddad crescer. No quarto cenário, o ex-prefeito de São Paulo soma 13% dos votos e fica atrás apenas de Jair Bolsonaro, que soma 21%.

Abaixo deles, aparecem Marina (10%), Alckmin (9%), Ciro Gomes (7%), Alvaro Dias (5%), Não sabe (4%), Manuela (3%), Henrique Meirelles (2%).

Lula aparece na frente

A presença de Lula nas eleições é incerta, por isso o PT escalou Haddad como vice e Manuela D'Ávilla como vice do vice. No cenário em que aparece como candidato, Lula lidera com 31%. Bolsonaro tem 19%. Brancos e nulos aparece com 15%. Apenas neste cenário, brancos e nulos não figura na primeira posição.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo