O juiz Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, demonstrou que apoia algumas teses do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro. Através das redes sociais, o magistrado curtiu postagens do deputado federal sobre variados pontos de vista defendidos por ele.

Nesta quarta-feira (01), Marcelo Bretas curtiu no Twitter uma postagem que Bolsonaro fez sobre o sistema educacional brasileiro. Na publicação, o candidato do PSL exaltou a rigidez com que a Coreia do Sul se preocupa com a educação do seu país. Segundo ele, não existem aquelas coisas de priorizar ideologias de gênero e cartilhas de sexo.

Ele criticou o Brasil por estar indo para um lado diferente, no caso, ele repudiou uma mentalidade defendida pelos partidos de esquerda. Bolsonaro enalteceu o sistema educacional da Coreia, totalmente com posturas opostas as do Brasil.

De acordo com a postagem do deputado, o Brasil ocupa uma posição vergonhosa no Ranking Internacional da Educação. A Coreia, ao contrário, é um dos melhores posicionamentos nesse ranking. Bolsonaro ressaltou que, enquanto nesse país eles valorizam o raciocínio lógico nos jovens, aqui no Brasil só se pensa em ideologias e sexo. O juiz da Lava Jato curtiu o post demonstrando apoio aos dizeres do deputado.

Questionamentos

Bretas foi questionado pela reportagem se tinha mesmo curtido as postagens. Ele afirmou que sim e admitiu que concorda com algumas ideias do candidato [VIDEO].

Porém, o juiz falou que não declara a sua opção nas urnas. Para tentar justificar as suas ações, Bretas afirmou que também já curtiu posts de Marina Silva, presidenciável da Rede. Ele disse que ainda não conhece e nem estuda as propostas de todos os candidatos.

Bretas aproveitou para enaltecer o post de Bolsonaro, pois, de acordo com ele, a Coreia é sim uma excelência no seu sistema de ensino. Para ele, Bolsonaro citou um tema importante e que não deixa de ser um grande exemplo para o Brasil e outros países. "Na comparação estamos bem mais atrasados", disse o magistrado.

Algumas críticas

Bretas também disse que alguns pontos comentados pelo deputado divergem um pouco dos seus pensamentos. Ele falou que não concorda quando o candidato afirma que no Brasil só se prioriza sexo e ideologias. Ele falou que curtiu o post pelo grande investimento que é feita na Coreia e que não existe no Brasil.

Bolsonaro [VIDEO] foi procurado para comentar as curtidas recebidas em seus posts pelo magistrado da Lava Jato do Rio. Ele ainda não enviou uma resposta, mas sua assessoria afirmou que as curtidas do juiz sempre foram vistas nos posts do deputado. Conforme as informações, esse já seria o terceiro caso.