Em nova pesquisa registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o alfanumérico BR-03512/2018 do Instituto Paraná Pesquisas, Jair Bolsonaro do PSL (Partido Social Liberal) aparece liderando a disputa na corrida presidencial com 31,2 % das intenções de voto, seguido do principal rival o petista Fernando Haddad que fincou os 20,2%, segundo o levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, este encomendado pela publicadora financeira brasileira Empiricus e a revista Crusoé.

Em 3º lugar vem Ciro Gomes com 10,1%, Alckmin vem em 4º com 7,6%, atrás vem Marina com 4,3% e Amoêdo com 3,8% e demais candidatos; em pesquisa com margem de erro de 2 pontos percentuais.

Acirrada, a nova pesquisa divulgada nesta quarta-feira (26) mostra como principal disputa presidencial basicamente um embate entre a direita política representada pelo capitão da reserva, Jair Bolsonaro, e a esquerda política representada pelo petista Fernando Haddad.

Com grau de confiança de 95%, o levantamento do Instituto ouviu 2.020 pessoas desde domingo (23) a terça-feira (25) deste mês de setembro, nos 26 estados, em 168 municípios e no Distrito Federal.

Bolsonaro e Haddad crescem, capitão mantém liderança frente ao petista

Vale lembrar que na pesquisa anterior do Paraná Pesquisas (2 semanas atrás) Jair Bolsonaro aparecia com 26,6% das intenções dos votos, se compararmos a pesquisa anterior veremos um crescimento de 4,6% do militar em 15 dias.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Governo

Por outro lado, Haddad do PT cresceu 11,9 pontos, indo de 8,3% para 20,2% no período de 2 semanas. Já Ciro e Alckmin decresceram nesta pesquisa: de 11,9%, Ciro foi para 10,1%, já Geraldo Alckmin foi de 8,7% para 7,6%, Marina Silva, por sua vez, foi de 10,6% foi para 4,3%.

Intenções de voto do 1º turno e colocações do 2º

Em resumo, na pesquisa de intenção de voto do Instituto Paraná Pesquisas, Bolsonaro agora tem 31,2%, Haddad 20,2%, Ciro 10,1%, Alckmin 7,6%, Marina 4,3%, Amoêdo 3,8%, já Alvaro Dias oscilou para 1,9% (na pesquisa anterior Dias tinha 3,7%), Meirelles subiu de 2,4% para 1,3%, Boulos por sua vez oscilou de 0,8% para 0,4% na intenções de voto, da pesquisa, Cabo Daciolo também oscilou: De 0,6% foi para 0,3%, Vera Lúcia oscilou de 0,7% para 0,3%, Eymael de 0,2 diminui para 0,1%, Goulart Filho de 0,4% foi para 0,1%.

Não sabe totalizavam 5,8%na pesquisa anterior, já nesta totalizam 6,3%. "Nenhum" totalizava 16,0%, nesta pesquisa no entanto somou 11,9%.

No 2º turno, Jair Bolsonaro vence Haddad e Alckmin mas empata tecnicamente com Ciro, dentro da margem de erro. Cabe lembrar aqui que a margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Simulações de 2º turno do Instituto Paraná Pesquisas/Crusoé/Empiricus

Em disputa com Hadadd, Bolsonaro ficaria com 44,3%, já o petista ficaria com 39,4%; neste embate não sabem totalizam 4,3% ou não "nenhum" 12,1%.

Ainda em cenário simulado de 2º turno, Ciro aparece com 43,2%, Bolsonaro com 41,6% o que daria um empate técnico. Não sabem somariam 4,1%, nenhum 11,1%.

Em embate com Alckmin, Bolsonaro lidera contando com 42,1% das intenções de voto, contra 38,2% do tucano, "não sabe" ficaria em 4,5%, nenhum 15,2%.

Entre Haddad e Alckmin: O petista somou 36,3%, Alckmin 35,8%, não sabe ficou em 4,7% e nenhum 23,4%.

Já Haddad aparece perdendo para Ciro: 32,4% do petista contra 38,2% de Gomes.

Não sabe ficou em 4,3% e "nenhum" em 25,2%.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo