Um verdadeiro ato de terrorismo ocorreu na tarde desta quinta-feira (06) na cidade de Juiz de Fora, situada na zona da mata de Minas Gerais. O candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) foi esfaqueado enquanto participava de um ato público. Enquanto Bolsonaro era levado por representantes partidários nos ombros, um homem aproximou-se e esfaqueou o candidato à presidência no tórax.

O ato de violência ocorreu na rua Halfeld, centro de Juiz de Fora. Logo após ser esfaqueado, Bolsonaro começou a gritar e levou as mãos ao peito, rapidamente apoiadores do candidato o levaram para à Santa Casa.

Facada foi logo acima do abdômen de Bolsonaro

Informações preliminares divulgadas em reportagem do jornal Folha de São Paulo afirmaram que a perfuração ocorreu na altura do abdômen. No hospital, Bolsonaro passou por um ultrasson e rapidamente foi encaminhado para o centro cirúrgico. Até o momento, informações indicam que o estado de saúde é estável, no entanto, as informações precisas serão divulgadas somente no boletim médico.

Suspeito foi detido e levado à delegacia

O homem que esfaqueou Bolsonaro foi identificado e já foi levado para à delegacia da Polícia Federal de Juiz de Fora. O nome do criminoso é Adélio Bispo de Oliveira, ele tem 40 anos e é morador da cidade de Montes Claros, que fica situada na região norte do estado de Minas Gerais. A Policia Federal informou que irá abrir um inquérito policial para apurar os motivos que levaram o homem a cometer o esfaqueamento.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro

Repercussão

Através do Twitter o filho de Bolsonaro, Flávio, disse que o pai está bem e que “levou uma estocada” e afirmou que o ferimento foi apenas superficial.

“Graças a Deus, ele passa bem. Peço que intensifiquem as orações por nós”, escreveu.

O presidente nacional do PSL, Gustavo Bebianno afirmou a reportagem do jornal Folha de São Paulo que agora virou “guerra” ao se referir ao esfaqueamento de Bolsonaro.

Major Olímpio (PSL) responsável pela segurança de Jair Bolsonaro defendeu o esquema de segurança que estava no local no momento do atentado e disse que todos os procedimentos de segurança foram adotados no momento do atentado.

“Agimos com cautela em todos os eventos que Bolsonaro participa. A Polícia Federal também disponibiliza segurança para ele o tempo todo”.

Bolsonaro está em primeiro lugar nas pesquisas de intenções de voto, na última pesquisa divulgada nesta quarta-feira (05), o candidato do PSL aparece com 22% das intenções de voto.

Assista na íntegra, o exato momento do esfaqueamento de Bolsonaro ocorrido na tarde dessa quinta-feira (06).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo