Candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) deu um grande susto em seus apoiadores na tarde desta quinta-feira (6). Na cidade mineira, o presidenciável foi esfaqueado na região do abdômen por um homem suspeito, que foi preso logo em seguida pela Polícia Federal.

De acordo com a coluna Radar, da Revista Veja, primeiro veículo a dar a notícia, o homem que tentou atentar Bolsonaro seria simpatizante ou ainda filiado ao Partido dos Trabalhadores. A informação ainda não foi confirmada pela PF.

Nas redes sociais e grupos de WhatsApp de apoiadores de Bolsonaro, circula a foto do suposto homem que deu a facada no candidato que lidera as pesquisas de intenção de voto para a disputa da Presidência da República.

Vídeos mostram momento da facada

Como sempre acontece nas visitas que Bolsonaro faz às cidades, ele estava no ombro de um de seus simpatizantes quando recebeu o golpe da região do abdômen. Pelas imagens, dá para ver que o homem que o esfaqueou foi agredido antes de ser detido pelos agentes da PF que acompanham os candidatos à Presidência.

Bolsonaro rapidamente é retirado do ombro do homem que o carregava e colocado no chão. Ele foi encaminhado a um hospital de Juiz de Fora e, segundo informações divulgadas pelo seu filho, Flavio Bolsonaro, ele passa bem.

Flavio, que é candidato ao Senado no Rio de Janeiro, informou que o pai sofreu um atentado em Juiz de Fora, mas que foi apenas superficial o ferimento. Flavio pede aos apoiadores que intensifiquem as orações.

Bolsonaro está na Santa Casa da cidade e passará por uma tomografia para verificar se nenhum órgão foi afetado. Nas redes sociais, este tornou-se o assunto mais comentado do momento.

O homem que esfaqueou Bolsonaro foi colocado dentro de um prédio para evitar que a multidão que acompanhava o candidato o espancasse. A faca utilizada não foi encontrada até o momento.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Jair Bolsonaro

Liderança nas pesquisas

Jair Bolsonaro lidera as pesquisas de intenção de votos para presidente da República no cenário sem Lula – que está inelegível devido à condenação em segunda instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Na última pesquisa Ibope, divulgada na quarta-feira (6), Bolsonaro lidera com 22%. Marina Silva (Rede) é a segunda colocada, com 12%, mesmo índice alcançado por Ciro Gomes (PDT).

Geraldo Alckmin (PSDB) tem 9%. Fernando Haddad (PT), substituto de Lula, aparece com apenas 6%. Alvaro Dias (Podemos) aparece com 3%. João Amôedo (Novo) também tem 3%.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo