A corrida para o Governo estadual do Rio de Janeiro está intensa e três candidatos despontam no topo da disputa. Entre eles, não está a candidata do Partido dos Trabalhadores (PT) [VIDEO] Márcia Tiburi.

A filósofa aparece com apenas 1% na disputa, de acordo com levantamento divulgado pelo Ibope na segunda-feira (10). Tiburi tem contra ela o fato de ser pouco conhecida pelo grande público e também declarações feitas no passado.

Quem é Márcia Tiburi

Natural da cidade de Vacaria, no Rio Grande do Sul, Márcia Tiburi [VIDEO] tem 48 anos. Ela é artista plástica, professora de filosofia e escritora. Entre 2013 e 2017, foi filiada ao PSOL.

Neste ano, ingressou no PT.

Ela era a segunda opção do PT para a disputa do governo do Rio. O ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim era a opção 1, mas desistiu da candidatura.

A favor do assalto

Em dezembro de 2015, Márcia Tiburi foi entrevistada pelo programa “Espaço Público”, da TV Brasil, e deu uma declaração que não se descola dela até hoje. Em uma conversa que abordou estética, feminismo, literatura e televisão, a filósofa afirmou que é a favor do assalto.

Durante o bate-papo, Márcia afirmou que é complicado dizer que é favor ou contra alguma coisa. “Se eu disse que eu sou a favor, eu sou a favor do assalto”, exclamou a hoje candidata ao governo do Rio de Janeiro.

Em seguida, Márcia afirmou que há uma lógica por trás do assalto. Segundo ela, a pessoa foi contaminada pelo capitalismo e precisa de algo que não tem.

Ela afirmou ainda que é necessário entender a lógica interna do processo.

Pesquisa Ibope

Eduardo Paes (DEM) lidera a pesquisa para o governo do Rio de Janeiro. O ex-prefeito da Cidade Maravilhosa tem 23% das intenções de votos. Logo atrás dele, aparece Romário (Podemos), que tem 20%.

A terceira posição é ocupada por Antonhy Garotinho (PRP). O ex-governador teve problemas com a Justiça recentemente, mas aparece com 12%. Em seguida, Tarcísio Mota (PSOL) soma 5%.

A lista continua com Indio (PSD), que tem 4%, enquanto Pedro Fernandes (PDT) e Marcelo Trindade (Novo) aparecem com 2%, cada um. Só então surge Márcia Tiburi. A petista tem apenas 1%. Mesmo resultado alcançado por André Monteiro (PRTB), Dayse Oliveira (PSTU), Wilson Witzel (PSC).

Luiz Eugêncio (PCO) não pontuou. Brancos e nulos somam 20%, enquanto 9% não sabe ou não respondeu ao levantamento. A pesquisa tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 1.204 eleitores em 39 municípios de todas as regiões do estado.