3

Uma nova pesquisa do instituto RealTime Big Data sob número de BR-05291/2018 reforçou um empate técnico entre 4 presidenciáveis no pleito eleitoral, com exceção do candidato Jair Bolsonaro do PSL que mantém a liderança isolada não só nesta como também em outras pesquisas [VIDEO] contando (nesta) com 25% das intenções de voto. O levantamento do RealTime Big Data encomendado pela Record TV foi divulgado nesta quarta-feira (12), segundo informou o portal R7 da Record. O empate técnico no pleito ocorre no 2º lugar, ficando Ciro Gomes do PDT, Marina Silva do REDE, Geraldo Alckmin do PSDB e Fernando Haddad do PT nivelados [VIDEO], se considerando a margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Registrado oficialmente no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o levantamento feito pelo instituto RealTime Big Data entrevistou 3.200 pessoas nos dias 7 até o dia 9 deste mês de setembro e consta um nível de confiança de 95%. Em levantamento, a pesquisa [VIDEO]considerou:

  • Intenção de votos;
  • Principais cenários do 2º turno;
  • e rejeição dos candidatos.

Jair Bolsonaro se isola na liderança

Segundo a pesquisa, o militar, capitão da reserva, Jair Bolsonaro do PSL (Partido Social Liberal), aparece isolado em 1º com 25% na corrida presidencial logo após vem Ciro Gomes do PDT (Partido Democrático Trabalhista) e Marina Silva do REDE, ambos contando com 11% das intenções de voto, já o tucano Geraldo Alckmin (do Partido da Social Democracia Brasileira) conta com 9% dos votos, enquanto que Fernando Haddad do PT (Partido dos Trabalhadores) deteve apenas 7% das intenções do eleitorado.

Se levarmos em consideração os 2 pontos percentuais para mais ou para menos, tanto Ciro como Marina, Alckmin e Haddad empatam tecnicamente.

Vale lembrar que esse é o segundo levantamento de pesquisa presidencial em 2018 realizado pelo RealTime Big Data, o primeiro levantamento do instituto foi divulgado no dia 13 do mês de agosto, nele o percentual tanto de indecisos como de quem votaria branco ou nulo somou 59%.

Presidenciáveis que cresceram e que decresceram

Os principais resultados apontaram um aumento de 4% para Jair Bolsonaro, o militar foi de 21 para 25%, Ciro de 8% para 11%, Marina e Alckmin estagnaram. A presidente da REDE ficou com 11%, e o tucano com 9%, já Haddad teve um aumento de 1% indo de 6 para 7%. Dias decresceu indo de 5 para 4%. Amoêdo do NOVO foi de 1 para 3%. Meirelles de 1 para 2% e Boulos manteve 1% já demais candidatos foram de 0% a 1%. Nulos e brancos foram de 21% a 13%.

Os candidatos que sofreram mais rejeição em ordem decrescente foram: Bolsonaro, Boulos, Meirelles, Alckmin, Haddad, Ciro, Cabo Daciolo, Marina Silva, Alvaro Dias, Amoêdo, Vera Lúcia, Eymael e João Goulart Filho.

Nos principais cenários de 2º turno Bolsonaro só perderia para Marina Silva, segundo o levantamento.