Nesta terça-feira (25), o jornal Folha de S.Paulo publicou uma notícia onde mostrava um telegrama do Itamaraty que revelava que a ex-esposa do candidato à presidência Jair Bolsonaro teria sido ameaçada de morte pelo candidato.

Porém, logo após a reportagem, a ex-mulher do presidenciável publicou um vídeo nas redes sociais afirmando nunca ter sofrido ameaça de morte vinda do político, criticando a Folha de S.Paulo e elogiando Jair Bolsonaro.

Ameaça de morte

A ameaça de morte que o jornal Folha de S.Paulo alegou que pode ter acontecido com Ana Cristina, ex-mulher do candidato à presidência Jair Messias Bolsonaro, teria acontecido em 2009 e seria o motivo pelo qual ela decidiu deixar o Brasil.

Publicidade
Publicidade

O telegrama do Itamaraty, datado de julho de 2011, traria informações de que Ana Cristina havia afirmado que o ex-marido a havia ameaçado de morte no ano de 2009.

Ex-mulher de Bolsonaro negou que o presidenciável a ameaçou de morte

Após essa publicação da Folha, através de um vídeo publicado nas redes sociais, a ex-esposa do candidato Jair Bolsonaro negou que o presidenciável a ameaçou de morte.

No vídeo, Ana Cristina Valle afirmou que estava indignada e que estava ali para desmentir a Folha de S.Paulo.

No vídeo, ela chamou a Folha de "suja" por ter publicado tal notícia. Ana Cristina afirmou que a ameaça de morte nunca aconteceu e disse ainda que o candidato é uma pessoa querida por ela e por todos, que ele não tem índole para fazer esse tipo de coisa [no caso, a ameaça], e que, além de bom pai, bom ex-marido, foi também um bom marido.

Ela disse ainda que espera que as pessoas acreditem que a mídia só quer denegrir a imagem de Bolsonaro, para prejudicar sua campanha à Presidência do Brasil, já que o candidato tem ocupado o primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto.

Publicidade

Ela diz também que acredita que Bolsonaro vai ser eleito no primeiro turno e que nada que a mídia fizer será suficiente para prejudicar a eleição do candidato à presidência. Ela acredita que, mesmo depois de tudo que aconteceu, Jair Bolsonaro continuará em pé e, se depender dela, chegará à Presidência do Brasil.

O que aconteceu na época

Ana Cristina e Bolsonaro disputavam na justiça a guarda do filho Jair Renan, no Rio de Janeiro. Na época, Jair Renan tinha apenas 12 anos de idade e quando Ana Cristina viajou para a Noruega com o filho, Jair Messias Bolsonaro, na condição de deputado federal, teria mobilizado o Itamaraty, em 2011, para que intercedesse em seu favor.

Candidata

Ana Cristina é ex-servidora da Câmara Municipal de Resende, no Estado do Rio de Janeiro.

Hoje em dia, Ana Cristina Valle usa o sobrenome Bolsonaro e é candidata a deputada federal pelo partido Podemos.

Líder nas pesquisas

Bolsonaro está internado no Hospital Israelita Albert Einstein desde o dia 7 de setembro, devido ao ataque que sofreu em Minas Gerais. Até o momento está impossibilitado de realizar atos de campanha percorrendo o Brasil, mas continua sendo líder nas pesquisas de intenções de voto, com 28%, de acordo com a pesquisa Ibope que foi divulgada na segunda-feira (24).

Publicidade

Em segundo lugar, está Fernando Haddad (PT), com 22%.

Leia tudo