A ex-Mulher do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), decidiu publicar um vídeo nas redes sociais afirmando que nunca foi ameaçada de morte pelo seu ex-marido. A Folha de S.Paulo publicou, nesta terça-feira (25), a informação de um telegrama adquirido junto ao Itamaraty, sobre Ana Cristina Valle ter falado, em 2011, que Bolsonaro tinha a ameaçado, o que a fez a deixar o Brasil. Segundo as informações, naquela época, o casal estava em briga judicial pela guarda do filho, Jair Renan.

Ana Cristina desmentiu a publicação da Folha e a caracterizou como uma notícia "suja". De acordo com ela, nunca Bolsonaro a ameaçou de morte e ele é muito querido por ela.

"Ele não tem essa índole para poder fazer tal coisa", declarou. No vídeo, ela enalteceu que ele é um bom pai e foi um bom marido também.

Ana chamou a reportagem da Folha de "mídia suja" que tem o intuito de denegrir a imagem do candidato [VIDEO]. Ela confia que Bolsonaro vai ganhar no primeiro turno e isso tem deixado a imprensa irritada. Ela ressaltou que ele (Bolsonaro) vai chegar à Presidência. Ela enalteceu que depois de tudo o que aconteceu, ele se mantém em pé e vai continuar na luta.

Atualmente, Ana é candidata a deputada federal pelo Podemos e usa o sobrenome de Bolsonaro.

Ainda segundo a reportagem da Folha, o candidato teria usado o seu poder de deputado federal para que o Itamaraty intercedesse a seu favor depois que ela viajou para a Noruega, naquela época.

Estado de saúde

Jair Bolsonaro continua internado no Hospital Albert Einstein, após ter sofrido um atentado enquanto fazia campanha na cidade de Juiz de Fora, sul de Minas.Em uma entrevista à rádio Jovem Pan, na segunda (24), Bolsonaro afirmou que o agressor deu a facada e ainda rodou o objeto com o intuito de matá-lo mesmo.

"O cara sabia o que estava fazendo", disse.

De acordo com sua família, o candidato pode ter alta nesta sexta-feira (28).

Um segundo inquérito foi aberto pela Polícia Federal (PF) para investigar o ataque. Suspeita-se de uma organização criminosa esteja por trás de Adelio Bispo, o agressor, mesmo ele afirmando que agiu sozinho.

Liderança

Jair Bolsonaro é líder nas pesquisas eleitorais [VIDEO]. Na mais recente, realizada pelo Ibope, ele tem 28% das intenções de votos. O candidato do PT, Fernando Haddad, tem 22%. Numa hipótese de segundo turno, Bolsonaro perderia para Haddad, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin, mas venceria Marina Silva. Brancos e nulos somaram 12% e indecisos 6%.