O candidato à presidência do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, utiliza as redes sociais para se comunicar com seus prováveis eleitores e admiradores, assim como seus críticos e adversários políticos. Por meio do YouTube, Bolsonaro grava vídeos que, em alguns momentos, faz declarações polêmicas ou rebate críticas e ofensas, sempre expondo o seu viés ideológico. Contudo, o presidenciável também utiliza a rede social de vídeos para mostrar seu lado brincalhão, sorrindo e fazendo pequenas gracinhas.

Jair Bolsonaro em grupo 'Caiu na Net'

Dessa vez, porém, a maior piada acabou sendo o próprio candidato.

Afinal, durante a gravação de mais uma de centenas de vídeos, o político se distraiu e cometeu uma gafe ao afirmar que não tinha tempo para responder todas as mensagens que recebia via aplicativo WhatsApp. Ele decidiu mostrar os grupos em que está inserido. Entretanto, de acordo com apuração do site Catraca Livre, dois grupos são de conteúdo adulto. Um deles tem um nome sugestivo “T98 Chope”, já o outro grupo tem um nome revelador “Caiu na Net”.

Críticas vieram após episódio

Em uma campanha eleitoral, principalmente para o maior cargo do poder Executivo, todos os detalhes são analisados. Bolsonaro diz ser um "homem de Deus, que luta pela família". Além disso, ele é um senhor casado. Será que fazer parte de grupos com conteúdo adulto é normal?

Estar em um determinado grupo com conteúdo adulto é uma atitude da doutrina cristã? Além disso, estar adicionado nesse tipo de conversa é algo correto para um homem que honra o casamento? Essa é a pergunta que o candidato terá que responder à sociedade e, principalmente, ao seus eleitores. Afinal, boa parte dos simpatizantes das ideias de Jair são religiosos que são a favor dos princípios da família.

No vídeo, Jair mostra de forma rápida todos os grupos.

A primeira vista, parece que não é possível verificar os nomes dos grupos. Mas, com as ferramentas corretas, é possível fazer uma verificação "quadro a quadro", uma espécie de exibição em "câmera lenta" para ler quais são os grupos de WhatsApp que Jair Bolsonaro está adicionado. Houve, no entanto, quem também o defendeu.

Agora vale a máxima: "a internet não perdoa". Os opositores ganharam um ótimo ponto para explorar, no entanto seus apoiadores já trataram de defender seu candidato.

No fim das contas, quem acabou caindo na net não foi o conteúdo adulto. Agora, quem "caiu na net" foi Jair Bolsonaro.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página WhatsApp
Seguir
Siga a página Eleições
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!