O presidenciável Jair Bolsonaro do PSL (Partido Social Liberal) continua líder na corrida presidencial, pelo menos é o que apontou o levantamento da nova pesquisa presidencial do Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística) divulgada nesta terça-feira (18), registrada no TSE sob o alfanumérico BR-09678/2018 e encomenda da TV Globo e do jornal O Estado de S. Paulo; mesmo abrindo mais 2 pontos de crescimento desde a última pesquisa feita pelo Ibope, o militar tem em seu encalço Fernando Haddad do PT que por sua vez cresceu 11 pontos em 1 semana; apoiado, Haddad é considerado por muitos suplente de Lula, este preso em Curitiba por corrupção e lavagem dinheiro no caso do triplex.

Antipetista, Jair Bolsonaro abriu com 28% já Haddad principal no embate direto, 19%.

Os dados do último levantamento do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, o Ibope divulgadas na última terça-feira passada (11), mostram que Haddad abriu 9 pontos a mais que o presidenciável Jair Bolsonaro, mesmo com o crescimento, Haddad ainda perde para o capitão da reserva. Em um confronto direto com Fernando, o militar continua líder nas pesquisas.

Candidatos que cresceram e que decresceram

Em suma, se compararmos a última pesquisa do Ibope Bolsonaro foi de 26% a 28%, já Haddad foi de 8% a 19%.

Com aparente ascensão, Haddad acabou deixando o empate técnico que tinha com Ciro Gomes, do PDT, Geraldo Alckmin, do PSDB, e Marina Silva, da REDE, isolando-se na segunda colocação do pleito presidencial da República do Brasil.

A nova pesquisa presidencial do Ibope entrevistou 2.506 pessoas em 177 municípios entre os dias 16 (domingo) e 18, na quarta-feira.

Encomenda da TV Globo e do jornal O Estado de S. Paulo, detalhes técnicos

Cabe relembrar ao leitor deste editorial que a pesquisa foi encomendada/contratada pela TV Globo e o jornal O Estado de S. Paulo. O nível de confiança é de 95%, já a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais tanto para mais quanto para menos.

Estagnado, Ciro Gomes do PDT continuou com os 11% da pesquisa anterior do Ibope, já o tucano Geraldo Alckmin do PSDB oscilou 2 pontos: de 9% foi a 7%, Marina Silva do REDE por sua vez oscilou 3 pontos, indo de 9% para 6%.

Sendo assim. há um empate técnico entre o PDtista Ciro e o tucano Geraldo Alckmin, devido a margem de erro, se considerarmos mais uma vez a margem de erro, o PSDBista Alckmin também acaba empatando com a presidente do do REDE, Marina Silva.

Bolsonaro lidera corrida presidencial, e candidato petista em segundo

Em resumo ao resultado final das intenções de voto apuradas até esta terça (18), Bolsonaro ficou com 28%, Haddad 19%, Ciro com 11%, Alckmin com 7%, Marina com 6%, Alvaro, Amoêdo e Meirelles ficaram em 2% nas intenções de voto, já Daciolo do Patri totalizou 1%, demais candidatos 0%.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

Brancos e nulos ficaram em 14%, indecisos 7%.

Na nova pesquisa do Ibope os mais votados também foram os mais rejeitados sendo estes em ordem decrescente: Jair Bolsonaro, Fernando Haddad, Marina Silva, Geraldo Alckmin, Ciro Gomes, Henrique Meirelles, Cabo Daciolo, José Maria Eymael, Guilherme Boulos, Alvaro Dias, Vera Lucia, João Amoêdo e João Goulart Filho.

Como ficaria o 2º turno presidencial segundo a nova pesquisa do dia 18/09 do Ibope/TVGlobo/O Estado de S. Paulo

Em simulação de 2º turno do Ibope encomendada pela TV Globo e O Estado de S. Paulo, Jair Bolsonaro e Fernando Haddad acabam empatando com 40% das intenções de voto para cada um, branco ou nulo ficaram em 15%, não sabe ou não responderam totalizaram 5%, no resultado do último dia do levantamento, isto é, dia 18.

Com Alckmin o empate se repetiria, segundo a pesquisa Ibope ficaria 38% tanto para o capitão quanto para o tucano, neste cenário brancos e nulos somaram 18%, não sabem 6%.

Já na simulação de 2º turno com Marina, Bolsonaro consegue abrir com 41% enquanto a presidente do REDE denota 36% do eleitorado, aqui, brancos e nulos ficam em 18%, não sabem ficam em 5%.

Não perca a nossa página no Facebook!