O eleitorado feminino prefere Jair Bolsonaro (PSL) como presidente da República em números absolutos. É isso que aponta o novo levantamento realizado pelo Ibope e divulgado nesta quarta-feira (5).

A pesquisa foi realizada entre os dias 1º e 3 de setembro, em 142 cidades brasileiras, e ouviu 2.002 eleitores, todos com idade acima de 16 anos. O grau de confiança do levantamento é de 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Esta pesquisa foi feita a pedido do jornal “O Estado de S. Paulo” e da TV Globo e foi registrada no TSE sob o número BR05003/2018.

Publicidade
Publicidade

Liderança entre as mulheres

Quem acompanha as propagandas políticas na TV sabe que a campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) tenta de todas as formas roubar votos de Bolsonaro. Por isso, um dos vídeos divulgados é o da briga entre o candidato do PSL e a deputada federal petista Maria do Rosário.

A confusão acontece há mais de dez anos no Congresso Nacional e a campanha de Alckmin editou o vídeo. Nas imagens, Bolsonaro aparece empurrando Maria do Rosário.

Publicidade

Mesmo com os ataques, Bolsonaro segue líder entre o público feminino. Ele lidera a pesquisa com 16% dos votos. Logo em seguida, aparece Marina Silva (Rede), que tem 14%. Ciro Gomes (PDT) aparece na terceira posição, com 12%.

Dentro da margem de erro de dois pontos, os três candidatos podem ter 14% ou Bolsonaro pode ter 18% e Marina e Ciro 12 e 10, respectivamente. Considera-se, por conta da margem, que eles podem estar empatados tecnicamente.

Geraldo Alckmin tem 9%.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro

Fernando Haddad (PT) vem logo atrás, com 5%. Álvaro Dias (Podemos) tem 3% dos votos entre as mulheres. João Amôedo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) têm 2%, cada.

Guilherme Boulos (PSOL), Vera Lúcia (PSTU) e João Goulart Filho (PPL) aparecem com 1%, cada. Cabo Daciolo (Patriotas) e José Maria Eymael (DC) não pontuaram.

Os brancos e nulos chegaram a 23%. Nove por cento não soube ou não respondeu à pesquisa. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 52% do eleitorado brasileiro é formado por mulheres – isso representa 77 milhões de mulheres.

Bolsonaro e Ciro crescem

Na última pesquisa Ibope, divulgada no dia 20 de agosto, Bolsonaro aparecia com 13%. Em 15 dias, cresceu 3%, acima da margem de erro. Ciro Gomes cresceu ainda mais, passando de 8% para 12%. Marina Silva, por outro lado, caiu de 15% para 14%.

A maior queda foi no número de brancos e nulos, que chegou a 23% agora e era de 33% no levantamento de agosto.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo