Faltando em média uma semana para as eleições, o candidato à presidência do Partido Social Liberal (PSL), Jair Bolsonaro, que está à frente nas pesquisas de intenções de voto, está sendo alvo de diversos depoimentos de pessoas do meio artístico.

Nas últimas semanas, um grupo do Facebook chamado “Mulheres unidas contra Bolsonaro [VIDEO]” lançou um tema com a frase “Ele não, ele nunca”.

Com a criação da hashtag EleNão, este mesmo grupo conseguiu aderir um considerável número de mulheres para o evento que vem sendo organizado para o dia 29 de setembro, neste sábado. Este protesto será realizado em forma de passeatas e carreatas ao longo do Brasil.

Publicidade
Publicidade

Artistas brasileiros aderem ao EleNão

Em poucos dias após a criação dessa hashtag nas redes sociais, diversos artistas aderiram ao movimento e divulgaram em suas redes sociais a sua opinião em relação ao candidato Bolsonaro.

A artista destaque que seguiu o movimento é a cantora baiana Daniela Mercury, que postou um Vídeo em sua rede social apoiando a hashtag e ainda lançou um desafio a cantora Anitta, para a mesma seguir o protesto, que, aceitando o desafio, a cantora de Funk também publicou um vídeo e ainda convidou outros artistas ao desafio, como por exemplo, a cantora Ivete Sangalo.

Apesar da hashtag EleNão estar sendo aderida por várias celebridades, a reação de parte do público não é considerada favorável, e diversos artistas sofreram hates em suas contas sociais da internet.

A cantora Ivete Sangalo, apesar de não aceitar o desafio e não assumir o apoio a hashtag EleNão, declarou no último dia 27, ao fim do programa The Voice onde é uma das juradas, a seguinte frase: “Nossa única arma deve ser o amor.” Em seguida foi rapidamente cortada pelo apresentador Tiago Leifert, no momento em que muitos acreditaram que a declaração foi uma direta ao candidato Bolsonaro, pois o mesmo é a favor da revogação do estatuto do desarmamento.

Publicidade

Juliana Paes critica Dirceu

Assim como Ivete Sangalo, outros artistas que foram desafiados ou convidados por seus colegas a participarem do movimento, preferiram se manter em silêncio, porém, ontem, a atriz Juliana Paes postou em sua rede social sua indignação quanto a entrevista dada pelo petista José Dirceu ao site El País. Na entrevista, Dirceu declarou: “Dentro do país, é uma questão de tempo para a gente tomar o poder. Aí nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição.”

Mediante a isto, a artista Juliana Paes, em vídeo para todos os seus fãs, declarou: “Sou a favor de ficha limpa, sou a favor da democracia.

Ninguém vai acabar com a nossa democracia.”

O vídeo está viralizando na internet rapidamente, e vários internautas apoiam o posicionamento da atriz.

Leia tudo