Na noite desta quarta-feira (05), o presidente da República Michel Temer (MDB) rebateu de forma dura e ferrenha as críticas que vem recebendo do candidato à presidência Geraldo Alckmin (PSDB) em sua propaganda eleitoral gratuita. Com um tom visivelmente irritado e criticando com ironia, Temer disse que Alckmin diz muitas falsidades quando o assunto são os temas de educação, saúde e emprego. O emedebista disse que a atual administração de seu governo, tão criticada pelo candidato tucano, é composta pela base de partidos aliados do PSDB.

Publicidade
Publicidade

Temer afirmou ainda que Alckmin é injusto e incoerente em suas críticas, já que as siglas que apoiam o PSDB nesta eleição também são bases de ministérios do atual governo e citou exemplos referindo-se às pastas ministeriais do DEM e do PP que respectivamente são integrantes da base aliada tucana à presidência. Temer também se referiu ao PTB, que atualmente conduz o Ministério do Trabalho.

Temer chamou Alckmin de falso e que está sendo guiado por marqueteiros

Em tom de irritação, Michel Temer disse que o ex-governador paulista era diferente nas oportunidades em que os dois foram aliados políticos e que no atual momento não está lidando com a verdade e com apenas o que dizem os marqueteiros de sua campanha.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades Michel Temer

“Quando eu te apoiei você era diferente, agora só atende o que dizem os marqueteiros. Passe a atender a verdade”.

Além de criticar, Temer fez questão de afirmar que o PSDB é um grande apoiador de seu governo e que sempre o ajudou desde sua posse, após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

O emedebista afirmou que ele foi o responsável em levar os tucanos para dentro do Palácio do Planalto e que agora está sendo traído por palavras falsas e mentiram que visam somente o ganho de votos.

Publicidade

Críticas de Temer podem abalar ainda mais campanha de Alckmin

Geraldo Alckmin parece estar estagnado nas pesquisas e vem sendo duramente criticado pelo “centrão” por estar sendo pouco incisivo ao seu principal adversário, Jair Bolsonaro (PSL). Agora com as criticas de Temer, o candidato tucano pode perder ainda mais o eleitorado, já que o eleitor pode ligar o seu partido ao atual governo, que segundo pesquisas do Instituto Datafolha, é a gestão de governo mais impopular da história.

Uma das estratégias de Alckmin para esta campanha era justamente o contrário, se distanciar da imagem de Temer, no entanto, tudo parece estar indo na contramão do esperado pela cúpula tucana.

Assista aos vídeos em que Michel Temer faz duras críticas a Geraldo Alckmin, clicando no Vídeo abaixo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo