Com o impedimento de Luiz Inácio Lula da Silva em concorrer nas Eleições de outubro, o principal alvo na campanha eleitoral para presidente da república no rádio e na televisão passou a ser Jair Bolsonaro. E isso já pode ser visto nitidamente logo no primeiro dia de exibição das peças de campanha, onde o candidato do PSL foi atacando pelo tucano Geral Alckmin.

Como a chapa encabeçada pelo PSDB é a que dispõe de mais tempo na televisão, sobrou espaço para ataques ao candidato que lidera as pesquisas.

Aparecendo em uma modesta, para não dizer decepcionante quarta colocação, o tucano mostrou vídeo de Bolsonaro atacando mulheres, o que fez a tensão da campanha subir.

O vídeo exibido pela campanha do tucano mostra dois momentos polêmicos de Bolsonaro. Alternando imagens, são relembrados um episódio de 2003, quando ele ataca a deputada Maria do Rosário e em 2014, com a então com a então repórter da RedeTV!

Manuela Borges, quando após se irritar com uma pergunta feita pela comunicadora em referência à ditadura militar, a chamou de idiota e ignorante. “Você gostaria de ter um presidente que trata as mulheres do jeito que Bolsonaro trata?”, foi a pergunta usada para finalizar o vídeo.

Reação de Bolsonaro

A equipe de campanha de Bolsonaro não esperou a exibição do próximo programa eleitoral para dar a resposta.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Jair Bolsonaro

Por meio das redes sociais, o candidato do PSL usou um recente escândalo para rebater o adversário. “Você gostaria que seu filho ficassem sem merenda escolar”, foi a postagem feita o Twitter. A pergunta fez referencia a um escândalo que levou à prisão alguns políticos de São Paulo, suspeitos de terem recebido propina, no que ficou conhecido como Máfia da Merenda.

Durante sua visita no Acre, Bolsonaro criticou Alckmin por já começar a campanha eleitoral lhe desferindo ataques.

“Tá o chuchu me atacando o tempo todo”, disse afirmando que seu adversário é “acusado de roubar merenda nos nossos filhos”.

Em evento realizado em São Bernardo do Campo, o tucano rebateu a provocação de Bolsonaro, dizendo que ele está mail informado. O ex-governador paulista disse que na questão da merenda não houve envolvimento de ninguém de seu governo e que os responsáveis foram punidos.

Família será respeitada

Em sua visita ao Acre neste domingo (2), Jair Bolsonaro voltou a dizer que em seu governo a família será respeitada.

“Não vamos admitir que nossas crianças continuem sendo pervertidas em programas de governo”, discursou o ex-capitão do Exército.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo