O candidato Fernando Haddad (PT) fez seu último comício em São Paulo antes das Eleições presidenciais que ocorrerão no próximo domingo, 28 de outubro. Em seu discurso, para milhares de militantes do PT, Haddad mostrou-se confiante em uma virada histórica nas urnas até dia da eleição e atribuiu o fato a uma virada democrática. O comício ocorreu no Largo da Batata, na zona oeste de São Paulo.

O petista acredita que seu adversário político Jair Bolsonaro (PSL), que lidera as pesquisas de intenção de voto, vem perdendo eleitores e que isso se deve às entrevistas polêmicas que Bolsonaro vem realizando.

Haddad estima que seu rival esteja há duas entrevistas da derrota.

Ainda durante seu comício, o petista comentou uma entrevista de Bolsonaro para a TV Cidade Verde, do Piauí, nesta terça-feira. Na ocasião, o candidato do PSL afirmou que pretende terminar com o “coitadismo” de mulheres, gays e negros e nordestinos. Após ficar sabendo da entrevista, Haddad lamentou-se pela falta de oportunidade em não poder confrontar a ideologia de Bolsonaro em um debate e referiu-se ao adversário como fujão e coitado e o parlamentar que menos trabalhou pelo país e concluiu que nos 28 anos como parlamentar, a única coisa que Bolsonaro fez foi incitar o ódio e a violência em seus discursos.

Campanha nas periferias

De acordo com as últimas pesquisas realizadas pelo Ibope, Haddad segue 14 pontos atrás de Bolsonaro. Em seu último ato de campanha, o petista está tentando buscar apoio nas periferias dos grandes centros urbanos. Nessa semana, Haddad visitou um centro de reciclagem em São Paulo,

Em seu discurso, o petista disse que está se solidarizando com os problemas dos cidadãos que estão sofrendo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Eleições

Haddad também disse que todos os cantores de hipo hop apoiam o PT. Ele acredita que nas periferias da capital paulista a sua preferência de votos ultrapassa os votos válidos do adversário.

A última pesquisa realizada em São Paulo apontou que, entre os eleitores paulistanos, Haddad tem 51% contra 49% de Bolsonaro. No comício do candidato petista, o movimento hip hop estava sendo representado pelo rapper Emicida.

No dia anterior em um ato de campanha no Rio de Janeiro, o movimento foi representado pelo rapper Mano Brown, o qual fez duras críticas ao PT, pela falta de comunicação do partido a seus simpatizantes. O artista também disse que não acredita em virada do PT e que a vitória de Bolsonaro já está praticamente definida.

O comício em São Paulo também contou com a participação de movimentos sociais, além do candidato Guilherme Boulos (PSOL), o qual acabou sendo derrotado nas urnas durante o 1º turno.

Ainda durante o seu discurso, Haddad disse ter recebido apoio de pessoas ligadas ao PSDB, e citou o Alberto Goldman, ex-presidente do partido tucano.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo