Através do seu Twitter, o comandante-geral do Exército, general Eduardo Villas Bôas, parabenizou o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e elogiou o dinamismo das pessoas em prol da democracia brasileira. O general encaminhou seus cumprimentos ao capitão e falou da importância da escolha democrática que aconteceu nas urnas.

Villas Bôas também lembrou de todos os que não foram eleitos e elogiou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pela maneira firme de conduzir as Eleições.

Quando Bolsonaro sofreu uma facada no dia 06 de setembro, enquanto fazia campanha na cidade de Juiz de Fora, Villas Bôas também deu fortes declarações sobre os momentos violentos que a sociedade estava passando, principalmente com a polarização política.

Ao citar esse episódio durante uma entrevista ao jornal o Estado de São Paulo, o chefe do Exército falou das preocupações que existem com todos esses acirramentos em torno das campanhas eleitorais.

Comemorações

Vários militares e civis comemoraram a vitória expressiva de Jair Bolsonaro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Governo

Ao lado do presidente eleito estavam seus filhos, sua esposa, parlamentares que foram eleitos e assessores pessoais.

O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) vibrou com o resultado e chegou a gritar um palavrão. Ele falou também que juntos todos irão resgatar o Brasil e viver novos tempos.

Do lado de fora da casa do capitão, estavam milhares de pessoas festejando, com carro de som, bandeiras e foguetórios.

Uma verdadeira festa.

Villas Bôas citou a "civilidade" do momento democrático nas redes sociais. O general Paulo Chagas criticou Fernando Haddad e o xingou na internet. Vale ressaltar que Haddad nem sequer cumprimentou Bolsonaro pela vitória e apenas afirmou que fará uma oposição a ele.

Para Paulo Chagas, o Brasil ficou dividido em dois grupos: um formado por iludidos e oportunistas e outro formado por esperançosos que anseiam por uma melhora do Brasil, e o desejam livre e justo em todos os sentidos.

PT ironizado

A senadora Kátia Abreu, que foi vice da chapa de Ciro Gomes, ironizou o PT nas redes sociais. Segundo ela, foram os próprios petistas que elegeram Bolsonaro. Ela falou que eles tiveram o que mereceram e disse que, por várias vezes, o povo afirmou que não queria o PT governando o país, mas os petistas insistiram nisso e acabaram sofrendo a derrota.

Ciro Gomes demonstrou uma certa mágoa do PT que não o apoiou na campanha.

O troco veio no segundo turno, onde o pedetista não declarou voto em Fernando Haddad.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo