Geralmente os resultados das Eleições são conhecidos e divulgados no mesmo dia, sendo que nas três últimas votações o desfecho se deu antes das 22 horas. Mas como é possível reunir e contar todos os milhões de votos de maneira tão rápida? A resposta é que por trás de toda eleição existe uma operação composta por cerca de 2 milhões de mesários e aproximadamente 400 mil urnas eletrônicas. A magnitude de uma eleição também envolve 2.645 juízes eleitorais designados, 15.400 funcionários da Justiça Eleitoral e militares das Forças Armadas.

Por conta disso o processo custa caro para os cofres públicos, a de 2014, por exemplo, custou R$ 650.800.000,00, de acordo com informações fornecidas pelo TSE à BBC News Brasil.

Eleições 2018

Nas eleições de 2018 foram colhidos os votos de quase 150 milhões de eleitores, com a finalidade de eleger no total: 1 Presidente, 54 senadores, 27 governadores, 1.059 deputados estaduais e 513 deputados federais.

Para calcular tantos votos, os técnicos da Justiça Eleitoral separam esse processo em dois:

  • Apuração: Trata-se da contagem de quantos votos cada candidato recebeu em uma urna específica. Ela é feita de forma individual após o encerramento da votação, que acontece às 17:00 horas. Os mesários ficam incumbidos de processar o encerramento da urna, que após isso gera o chamado boletim de urna impresso, e também gera o registro digital de voto, que é armazenado em uma espécie de pen drive denominado memória de resultado.
  • Totalização: Refere-se à soma dos resultados de todas as urnas. Ela começa no TRE de cada Estado, onde os Servidores da Justiça Eleitoral usam ferramentas computacionais que permitem a soma dos votos em todas as urnas desse determinado Estado. É a partir dessa soma que se torna possível saber quem são os deputados federais, deputados estaduais e senadores eleitos e se será necessário ou não um segundo turno para eleger o governador. Os votos para decidir o novo presidente são enviados pelo TRE de cada Estado para o TSE em Brasília, que faz a soma total dos votos e divulga o resultado.

Acompanhamento dos resultados

É possível ao eleitor acompanhar a transmissão da apuração e da totalização dos votos, uma vez que se dão em tempo real, permitindo o acompanhamento minuto a minuto.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Eleições

Há, para esse fim, aplicativos para smartphone (Iphone e Android), bem como para computadores e dispositivos com internet. Aos que não desejam baixar nenhum aplicativo, fica a opção de acompanhar pelo navegador de internet.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo