Nos últimos dias vem circulando pelas redes sociais, a suposta informação de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o qual se encontra preso na carceragem da Polícia Federal de Curitiba, teria sido autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a conceder uma entrevista para a Rede Globo, no próximo sábado, 27 de outubro, um dia antes das Eleições e após o término da propaganda eleitoral.

Uma nota divulgada pela assessoria do STF descartou qualquer possibilidade para autorizar Lula a conceder entrevistas.

No entanto, a assessoria afirmou que no momento está analisando o pedido de reclamação 32035, que se refere à solicitação do Jornal ''Folha de São Paulo'' para entrevistar o ex-presidente. Além deste, segue em análise o pedido 31965, para que Lula seja entrevistado pelo jornalista Florestan Fernandes Júnior do portal ''Por Dentro da Mídia''.

Em 28 de setembro, o ministro Ricardo Lewandowski autorizou que Lula fosse entrevistado por ambos.

No entanto, a decisão acabou sendo suspensa por seu colega, o ministro Luiz Fux, que suspendeu a liminar 1178. Em 1º de outubro, Lewandowski voltou a autorizar para que Lula fosse entrevistado na cadeia, mas dessa vez o pedido foi derrubado pelo presidente do STF Dias Toffoli, que decidiu manter a medida de Fux em proibir a íntegra.

A notícia que circula pelo WhatsApp afirma que Lula estaria se preparando para a íntegra e decorando as perguntas que pretende responder e dizer que foi o próprio partido de Jair Bolsonaro que arquitetou o ataque contra o candidato do PSL. A mensagem diz ainda que Bolsonaro incentiva o ódio e a violência e que vai perseguir os mais necessitados.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Eleições

Verdade ou mentira?

Segundo informações de especialistas do site ''E-farsas'', a mensagem analisada apresenta erros grotescos de informação, em um dos trechos o autor afirma que a entrevista bombástica está marcada para o dia 27 de outubro, logo após o horário eleitoral, mas de acordo com informações do STF, o horário eleitoral vai terminar no dia 26 de outubro.

O que mais chama a atenção está relacionado sobre a autorização da Justiça para a entrevista.

Além do WhatsApp, a notícia falsa, também teria sido publicada no site de notícias denominado de Ursal Brasil. De acordo com a verificação, o site foi hospedado na internet no dia 11 outubro de 2018. Outro ponto curioso está relacionado ao fato de que, durante a publicação da matéria, o Ursal Brasil não apresentou nenhuma prova comprovando que o ex-presidente seria realmente entrevistado. Sendo assim, o E-farsas concluiu que a informação de que Lula foi autorizado a dar entrevista um dia antes do 2º turno, é falsa.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo