Candidato a deputado federal pelo Estado de São Paulo, Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidenciável Jair Bolsonaro, alcançou um recorde na votação realizada no domingo (7).

Eduardo foi eleito deputado federal pelo Estado mais rico do país. E não só isso. O filho de Jair se tornou o deputado mais votado de todo o Brasil –como São Paulo tem o maior colégio eleitoral, naturalmente o mais votado aqui fica à frente dos demais candidatos de outros estados.

Publicidade
Publicidade

Com 100% das urnas apuradas, Eduardo alcançou impressionantes 1.843.735 votos. Com 1,8 milhão de votos (8,74%), o parlamentar, que foi reeleito, superou o recorde anterior, que pertencia a Enéas Carneiro.

Em 2002, o candidato do extinto Prona foi eleito o deputado federal mais votado da história do Brasil com 1,57 milhão de votos. Desde então, a votação mais expressiva havia sido a de Tiririca, em 2010, que recebeu cerca de 1,3 milhão de votos.

Como a votação de Eduardo Bolsonaro foi bastante expressiva, impulsionou a candidatura de outros deputados do PSL. Ao todo, dez representantes do partido foram eleitos por São Paulo.

Eduardo foi eleito na esteira de seu pai, Jair Bolsonaro, que foi o presidenciável mais votado no Estado de São Paulo, com 12 milhões de votos, e que alcançou 50 milhões de votos em todo o Brasil.

Com a votação arrasadora, Eduardo deixou para trás campeões de votos como Celso Russomano (PRB), eleito com 521.728 votos e o próprio Tiririca, que conseguiu retornar à Câmara dos Deputados depois de dizer que havia se aposentado da vida pública.

Publicidade

PSL elege 10 deputados em São Paulo

Jair Bolsonaro fez o PSDB sucumbir em São Paulo e dominou o Estado de ponta a ponta. A popularidade do candidato à Presidência da República fez com que 10 deputados do PSL fossem eleitos.

A jornalista Joice Hasselmann, ex-Veja e ex-Jovem Pan, foi a segunda deputada mais votada do São Paulo, com 1,07 milhão de votos. O ator Alexandre Frota foi o terceiro mais votado do PSL, com 155.522 votos. O príncipe Luiz Philippe O.

Bragança recebeu 118.684 e também foi eleito.

Além deles, outros nomes foram eleitos, completando 10 deputados federais. Ao todo, o PSL conseguiu 52 vagas na Câmara dos Deputados em Brasília. Caso seja eleito presidente, Jair Bolsonaro iniciará seu mandato com uma boa base já formada.

Mas não para por aí, qualquer presidente que queira ter governabilidade precisa de uma base maior. Por isso, o candidato do PSL deve fazer alianças caso seja eleito.

Publicidade

Leia tudo